O papel da gamificação no desenvolvimento das habilidades cognitivas e na aprendizagem de estudantes autistas: revisão sistemática da literatura

Autores

  • Fernanda Carvalho Caldas da Silva UNIFESP
  • Regina Célia Coelho UNIFESP
  • Carlos Marcelo Gurjão de Godoy UNIFESP

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.126615

Palavras-chave:

gamificação, aprendizagem, autismo

Resumo

Os desafios no processo de aprendizagem de crianças e jovens autistas têm incentivado a busca por práticas educacionais gamificadas para esses indivíduos. Assim, o objetivo dessa Revisão Sistemática da Literatura foi investigar o papel da gamificação na aprendizagem e no estímulo da capacidade cognitiva de estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para isso, analisamos diversas abordagens na literatura acerca de práticas de jogos no contexto educacional com foco no autismo. Vários estudos relatam o uso da gamificação em favor da aprendizagem de estudantes com TEA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

CARVALHO CALDAS DA SILVA, F. .; CÉLIA COELHO, R.; MARCELO GURJÃO DE GODOY, C. . O papel da gamificação no desenvolvimento das habilidades cognitivas e na aprendizagem de estudantes autistas: revisão sistemática da literatura. RENOTE, Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 122–131, 2022. DOI: 10.22456/1679-1916.126615. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/126615. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Informática na Educação Especial