Imaginário e contágio psíquico

Autores

  • Malena Contrera UNIP/SP
  • Leonardo Torres UNIP/SP

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583201740.11-22

Palavras-chave:

Imaginário. Contágio psíquico. Empatia. Mimese.

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir, a partir de fatos relatados pela mídia, a questão do contágio psíquico (possessões coletivas), bem como relaciona-lo com os estudos do imaginário, compreendendo como os processos de empatia e mimese facilitam tais contágios e os quadros de possessão coletiva. Dessa forma, este artigo conclui que o contágio psíquico (possessões coletivas) são ações de conteúdos imaginários, os quais emergem do Inconsciente Coletivo, em momentos de forte comoção e afetação geral. O artigo tem como metodologia a coleta de dados e revisão bibliográfica, tendo como principais referenciais teóricos Carl G. Jung, Edgar Morin, Christoph Wulf, James Hillman, Frans de Waal, Rafael Lopez-Pedraza e Norval Baitello Júnior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Malena Contrera, UNIP/SP

Malena Segura Contrera é doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Realizou pós-doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob supervisão do Prof. Dr. Muniz Sodré (bolsa CNPq, 2007-2008) e estágios de pesquisa em Sevilha, Espanha, sobre Política da Comunicação (2000), em Viena, Áustria, sobre Multiculturalismo e Mídia (1998) e em Berlin, Alemanha, sobre Mimese e Rituais Mediáticos (2010). É também especialista em Psicologia Junguiana (FACIS-IJEP, 2013) e terapeuta junguiana. Atualmente é professora titular dos cursos de mestrado e doutorado em Comunicação da Universidade Paulista. Foi durante vários anos (até 2006) professora da Faculdade de Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde implantou e coordenou o curso de Jornalismo (1999 a 2004). Seus interesses de pesquisa são Teoria da Comunicação, Culturas Arcaicas, Cultura Contemporânea, Mídia Eletrônica (televisão em especial), Mitologia e Psicologia Junguiana. É autora dos livros O mito na mídia (1996), Mídia e Pânico (2002), Jornalismo e Realidade (2004), Mediosfera (2010) e de diversos outros artigos e capítulos de livros em coletâneas e revistas científicas, tanto no Brasil como no Chile e na Espanha. É membro do Centro Interdisciplinar de Pesquisas em Semiótica da Cultura e da Midia, da PUC/SP (CISC) desde sua fundação (1992), e atual líder do Grupo de Pesquisa em Mídia e Cultura, da UNIP (desde 2005). É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq.

Leonardo Torres, UNIP/SP

Leonardo Torres é mestre em Comunicação da Universidade Paulista de São Paulo. No mestrado, foi gratificado com Bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) - dedicação exclusiva. Possui graduação em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Dom Bosco do Rio de Janeiro. Produziu eventos como TEDxAEDB e IX Simpósio da ABCiber. Pesquisa o imaginário técnico e tecnológico, a tecnossacralidade e suas relações na sociedade e na cultura. E também, pesquisa o Contágio Psíquico e Imaginário. É membro do Grupo de Pesquisa Mídia e Imaginário. E ainda, é docente na Pós-graduação da Universidade Paulista.

Downloads

Publicado

2017-08-25

Como Citar

Contrera, M., e L. Torres. “Imaginário E contágio psíquico”. Intexto, nº 40, agosto de 2017, p. 11-22, doi:10.19132/1807-8583201740.11-22.

Edição

Seção

Artigos