Pensar a cidadania a partir da comunicação

Eduardo Yuji Yamamoto

Resumo


O objetivo desse texto é refletir sobre o conceito de cidadania a partir das recentes manifestações brasileiras em redes sociais digitais, notabilizadas pelo caráter privado de suas reivindicações. Essas manifestações demandam uma investigação hermenêutica sobre a prática discursiva da cidadania na contemporaneidade. Na densidade semântica desse conceito, busca-se evidenciar a ideia de responsabilidade tendo como delineador a dimensão vinculativa da comunicação e da comunidade enquanto lugar de procedência comum do sujeito. O texto conclui com a sugestão de pensar uma cidadania comunicacional a partir da apresentação de vidas precárias sob enquadramento impessoal.


Palavras-chave


Vinculação. Redes Sociais. Sociabilidade. Genealogia. Hermenêutica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201841.196-212



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)