Elogio da materialidade perceptiva das imagens: coexistência, hibridação e ultrapassamentos ontológicos (filme vs vídeo)

Autores

  • Benjamin Leon Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583201636.30-45

Palavras-chave:

Intencionalidade. Pensamento Visual. Rudolph Arnheim. Percepção. Cinema.

Resumo

O objetivo do artigo é discutir a questão da intencionalidade perceptiva como condição essencial para compreender o cinema, não só em suas diferenças ou oposições de gêneros (ficção ou experimental) e de regime de imagens (analógica e digital), mas também em suas possibilidades hibridas de fusão entre filme e vídeo. Mais do que interrogar o cinema como um campo estrito, o estudo trata de recolocar o cinema em suas migrações (suporte, espaço e ambiente perceptivo). A partir do conceito de “pensamento visual”, desenvolvido por Rudolph Arnheim, torna-se possível (re)colocar em primeiro plano o desejo, e a potência intencional em presença na imagem em movimento. Olhamos o mundo como olhamos um filme? Ou seria o inverso? De quais maneiras uma leitura perceptiva e fenomenológica da arte e, particularmente, do cinema, em suas diferenças, coloca a questão do ser e da aparência?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Benjamin Leon, Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3

Benjamin Léon est ATER en études des formes visuelles à l'Université Paris-Est Marne-la-Vallée et Doctorant (Université Sorbonne Nouvelle – Paris 3). Il termine une thèse (dir. Philippe Dubois) sur les plasticités du cadre à partir d’Andy Warhol et plus largement dans le cinéma expérimental américain. Son travail se concentre sur des problèmes de perception visuelle avec la question du cadre comme préalable. Il collabore à différentes revues (Vertigo, Cinema & Cie, Aniki) et fait partie du comité de rédaction de « La Furia Umana ». Il a publié de nombreux articles sur le cinéma expérimental et plus particulièrement sur Andy Warhol, Jonas Mekas, Stan Brakhage, Paul Sharits et Peter Hutton

Publicado

2016-08-26

Como Citar

Leon, B. “Elogio Da Materialidade Perceptiva Das Imagens: Coexistência, hibridação E Ultrapassamentos ontológicos (filme Vs vídeo)”. Intexto, nº 36, agosto de 2016, p. 30-45, doi:10.19132/1807-8583201636.30-45.

Edição

Seção

Artigos