Café Avenida, a Esquina do Pecado: folkcomunicação, comércio e publicidade em Novo Hamburgo

Maria Berenice da Costa Machado, Marcelle Silveira dos Santos

Resumo


Novo Hamburgo, município da Grande Porto Alegre, teve uma esquina, no coração da cidade, que foi um lugar de pecados: um “centro popular de informação”, cujos processos comunicacionais artesanais e horizontais auxiliaram a economia e o desenvolvimento da região. Nesse cenário, houve encontros e muitas discussões em torno dos negócios já estabelecidos e de novos empreendimentos que foram sendo criados. Este artigo busca na bibliografia, em documentos e na História Oral a compreensão do café/cafeteria como um local de folkcomunicação. Para tanto, contextualiza a cidade e resgata a trajetória de mais de sessenta anos do Café Avenida, destacando episódios que envolvem a atividade da imprensa, o comércio, a publicidade e as promoções.


Palavras-chave


Café Avenida. Folkcomunicação. Publicidade. Novo Hamburgo.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)