Cibercultura, cibercidade, cibersociedade: rumo à construção de mundos possíveis em novas metáforas conceituais

Jesús Galindo Cáceres

Resumo


Este artigo reflete sobre as novas formas de sociabilidade, as modificações na percepção espaço-temporal, as reconfigurações territoriais que a nova estruturação da informação impõe. Trata-se da passagem das sociedades de informática e de comunicação para as cibersociedades, caracterizadas por um tipo de organização horizontal da informação, que que supõe o aproveitamento múltiplo do espaço virtual e das possibilidades de interação e interconexão entre os sujeitos. Essas cibersociedades e ciberculturas introduzem uma mudança nas formas de agir e perceber o social: horizontal, multi-interativo e expansivo. Distante do esquema vertical, as novas ecologias e sociabilidades nos convidam a transformar o mundo real por meio do mundo virtual.


Palavras-chave


Cibersociedade. Socialização. Espaço virtual.

Texto completo:

PDF




 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)