Televisão, modernidade e vida quotidiana: discussão sobre o trabalho de Roger Silverstone face a diferentes contextos culturais

Thomas Tufte

Resumo


Como a televisão entra, influencia e, portanto, contribui para a constituição social, cultural e econômica das nossas vidas diárias? O que nós aprendemos com a mudança qualitativa nos estudos empíricos de mídia nos últimos 15-20 anos? É possível estabelecer diretrizes analíticas para tais estudos? E quais são as possibilidades e limitações ligadas ao desejo de fazer generalizações sobre televisão e vida quotidiana nas modernas sociedades contemporâneas? Discute-se esta questão principalmente em referência a dois aspectos que considera-se chaves em qualquer análise relacionada à televisão e vida quotidiana.

Palavras-chave


Recepção. Estudos Culturais. Etnografia.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)