O PROTO-ONCOGENE RAS NO BÓCIO MULTINODULAR

Autores

  • Lenara Golbert
  • João Henrique Godinho Kolling
  • Aline Hatzemberger Leitão
  • Mirelle Posser
  • Rafael Lobato
  • Ana Luiza Maia

Palavras-chave:

Bócio Multinodular,, Proto-oncogene ras, patogênese

Resumo

A transformação neoplásica resulta de uma série de alterações genéticas, envolvendo ativação de proto-oncogenes e inativação de genes supressores tumorais. Ativação do protooncogene ras por mutações em ponto é a alteração genética mais freqüente em tumores espontâneos da tireóide. Mutações no ras são prevalentes em neoplasias benignas e malignas da tireóide, sugerindo que possam ser um evento inicial no processo de transformação da célula tireoidiana. O bócio multinodular é considerado uma neoplasia benigna e um interessante modelo para o estudo das alterações nesse proto-oncogene na tumorogênese da tireóide. De acordo, observamos aumento da expressão dos proto-oncogenes H-ras e K-ras no tecido nodular de bócio em comparação com o tecido normal. A revisão da literatura e os nossos resultados sugerem que o controle da expressão do ras tenha um importante papel nas etapas iniciais da transformação neoplásica da glândula tireóide.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-09-23

Como Citar

1.
Golbert L, Godinho Kolling JH, Hatzemberger Leitão A, Posser M, Lobato R, Maia AL. O PROTO-ONCOGENE RAS NO BÓCIO MULTINODULAR. Clin Biomed Res [Internet]. 23º de setembro de 2022 [citado 31º de janeiro de 2023];23(1 - 2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/126197

Edição

Seção

Artigos Originais