Gradientes de Intesidade: o espaço háptico deleuziano e os três "erres" do currículo

Autores

  • Kaustuv Roy Louisiana State University, Baton Rouge, Estados Unidos da América

Palavras-chave:

espaço óptico, espaço háptico, Deleuze, currículo.

Resumo

Seguindo Deleuze, faço uma tentativa para ir além da noção, própria do senso comum, que concebe o espaço, nas relações educacionais, como homogêneo e mero ambiente. Proponho uma espécie de "diferenciação espacial" que nos permita considerar seriamente o espaço como uma categoria ontológica produtiva, como um acontecimento, e não como um a priori, como um pano de fundo. Argumento que o próprio caráter do espaço é afetado pelo que ocorre nos processos de ensino e na aprendizagem e que, inversamente, esses processos são afetados pelo espaço. Da mesma forma que a presença (ou a ausência) da matéria determina a intensidade da curvatura gravitacional no espaço astronômico, o qual, por sua vez, afeta as relações entre a matéria, assim também características espaciais diversas podem ser associadas com diferentes práticas curriculares e, inversamente, diferentes práticas curriculares podem afetar diferentemente o espaço curricular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kaustuv Roy, Louisiana State University, Baton Rouge, Estados Unidos da América

Professor assistente da Louisiana State University, Baton Rouge, Estados Unidos da América. Seu livro mais recente é Teachers in nomadic spaces: Deleuze and curriculum (Peter Lang, no prelo). Ele tem publicado seus artigos na revista The lournal of Curriculum Theorizing (lCT) entre outras. Seus interesses intelectuais incluem "Teoria dos Sistemas" e "Estudos Budistas".

Arquivos adicionais

Publicado

2002-12-01

Como Citar

Roy, K. (2002). Gradientes de Intesidade: o espaço háptico deleuziano e os três "erres" do currículo. Educação &Amp; Realidade, 27(2). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/25920

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.