NOVAS FORMAS INSTITUCIONAIS DE PARTICIPAÇÃO NA DEMOCRACIA BRASILEIRA – PERSPECTIVAS E LIMITES

Autores

  • Rodrigo Stumpf González UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-5269.26165

Palavras-chave:

Democracia, Participação, Conselho Tutelar, Iniciativa Popular Legislativa.

Resumo

Nos últimos anos o Brasil vem realizando eleições periódicas para os poderes executivo e legislativo, com candidaturas vinculadas aos partidos políticos, sem que estes consigam conquistar a confiança da população. As críticas aos limites de funcionamento das instituições representativas levaram à proposição de instrumentos e espaços alternativos para a participação popular. Novas formas de intervenção nas decisões do poder público têm surgido ao longo das últimas duas décadas. Este artigo busca analisar os limites e possibilidades de algumas destas novas formas de participação política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-05-04

Como Citar

González, R. S. (2012). NOVAS FORMAS INSTITUCIONAIS DE PARTICIPAÇÃO NA DEMOCRACIA BRASILEIRA – PERSPECTIVAS E LIMITES. Revista Debates, 6(1), 107. https://doi.org/10.22456/1982-5269.26165

Edição

Seção

Dossier

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>