Formar bem as mães para criar e educar boas crianças: as revistas portuguesas de educação familiar e a difusão da maternidade científica (1945-1958) - Educate mothers to rear and educate good children: portuguese parenting magazines and the diffusion

Carla Cardoso Vilhena, António Gomes Ferreira, Portugal

Resumo


Este artigo tem como principal objetivo contribuir para a compreensão do processo de construção da maternidade científica em Portugal. Neste sentido, foi analisado um conjunto de artigos (n=628), publicados em revistas de educação familiar, entre 1945 e 1958. A análise realizada permitiu compreender que as revistas analisadas contribuem para a difusão da maternidade científica, ou seja, da ideia de que a aquisição de conhecimento científico sobre a criação e educação das crianças é elemento indispensável ao adequado exercício da função maternal. Observou-se, ainda, a existência de diferentes estratégias de educação para a maternidade, às quais está subjacente um elemento de classe, assim como diferentes níveis de adesão, por parte das mulheres, à concepção de maternidade científica.

Palavras-chave: maternidade científica, educação para a maternidade, revistas de educação familiar, análise de discurso.


EDUCATE MOTHERS TO REAR AND EDUCATE GOOD CHILDREN: PORTUGUESE PARENTING MAGAZINES AND THE DIFFUSION OF SCIENTIFIC MOTHERHOOD (1945-1958) 

Abstract

This article explores the construction of scientific motherhood in Portugal through the analysis of a set of texts on education for motherhood (n=628) published in Portuguese parenting magazines between 1945 and 1958. Our results show that the diffusion of a particular view of the ideal mother in parenting magazines contributes to the diffusion of a new ideology that stresses the importance of education for motherhood, the ideology of scientific motherhood. It also shows the emergence of different types of educational interventions, shaped by women’s social class, and provides some insight into the extent to which mothers adhere to scientific motherhood.

Keywords: scientific motherhood, education for motherhood, parenting magazines, discourse analysis.


FORMAR BIEN LAS MADRES PARA CREAR Y EDUCAR NIÑOS BUENOS: LAS REVISTAS PORTUGUÉS PARA PADRES Y LA DIFUSIÓN DE LA MATERNIDAD CIENTÍFICA (1945-1958) 

Resumen

Este artículo tiene como objetivo principal contribuir a la comprensión de la construcción de la maternidad científica en Portugal. En este sentido, se analizó un conjunto de artículos (n=628), publicado en revistas para padres entre 1945 y 1958. El análisis permitió entender que las revistas analizadas contribuyen a la difusión de la maternidad científica, es decir, a la idea de que la adquisición de conocimientos científicos acerca de la formación y educación de los niños es imprescindible para el ejercicio adecuado de la función maternal. Igualmente se observó la existencia de distintas estrategias de educación, según la clase social, así como diferentes niveles de afiliación, para las mujeres, à la concepción de la maternidad científica.

Palabras-clave: maternidad científica, educación para la maternidad, revistas para padres, análisis del discurso.


BIEN FORMER DES MÈRES POUR CRÉER ET EDUQUER BONS ENFANTS: MAGASINS PORTUGAIS POUR LES PARENTS ET LA DIFFUSION DE LA MATERNITÉ SCIENTIFIQUE (1945-1958) 

Résumé

Cet article a comme but de comprendre le processus de construction de la maternité scientifique au Portugal par le biais d’une analyse de 628 articles publiées dans magasins pour les parents entre 1945 et 1958. Les résultats démontrent que les magasins contribuent à la diffusion de la maternité scientifique, c'est l'idée que l'acquisition de connaissances scientifiques sur l'éducation et l'instruction des enfants sont indispensables pour le bon exercice de la fonction maternelle. Nous avons également observé l'existence de différentes stratégies éducatives pour la maternité, déterminée par la classe sociale, ainsi que différents niveaux d'adhésion, chez les femmes, à la conception de la maternité scientifique.

Mots-clé: maternité scientifique, l’éducation des mères, magasins pour les parents, analyse du discours.


Palavras-chave


Maternidade científica; educação para a maternidade; revistas de educação familiar; análise de discurso

Texto completo:

PDF PDF.IN

Referências


ADÃO, Áurea; REMÉDIOS, Maria José. The educational narrativity in the first period of Oliveira Salazar’s government: women’s voices in the National Assembly (1935-1945). History of Education, v. 34, n. 5, 2005, p. 547-559.

ALLEN, Ann Taylor. Feminism and motherhood in western europe 1890-1970. New York: Palgrave Macmillan Press, 2005.

AS MÃES e a assistência a seus filhos. Saúde e Lar, Lisboa, n. 78, abr. 1954, p. 17.

ATENÇÃO ao Centro de Enfermagem: assistência à maternidade e à infância. Os nossos filhos, Lisboa, n. 127, dez. 1952, p. 14-15.

BIBLIOGRAFIA. Os nossos filhos, Lisboa, n. 121, jun. 1952, p. 9.

APPLE, Rima D. Perfect motherhood: science and childrearing in America. New Brunswick, NJ: Rutgers University Press, 2006.

ARMSTRONG, David. The rise of surveillance medicine. Sociology of Health & Illness, v. 17, n. 3, 1995, p. 393-404.

ARNUP, Katherine. Education for motherhood: advice for mothers in twentieth-century Canada. Toronto: University of Toronto Press, 1994.

BOLTANSKI, Luc. Prime éducation et morale de classe. Paris: Ehess, 1977.

BRAGA, J. M. Uma obra de assistência modelar: o Centro de Enfermagem. Os nossos filhos, Lisboa, n. 60, maio, 1947, p. 14-16.

CABRAL, Guido. V. Ex.ª já sabe que… se já sabia, não é demais repeti-lo! Saúde e Lar, Lisboa, n. 37, set., 1948, p. 20.

CAHAN, Emily D. Toward a socially relevant science: Notes on the history of child development research. In: BEATTY, Barbara; CAHAN, Emily D; GRANT, Julia (ed.). When science encounters the child: education, parenting and child welfare in the 20th-century America. New York: Teachers College Press, 2006, p. 16-34.

CANDEIAS, António. Modernidade, educação, criação de riqueza e legitimação política nos séculos 19 e 20 em Portugal. Análise Social, Lisboa, n. 176, 2005. Disponível em: . Acesso em: 7 fev., 2011.

CARVALHO, Liberdade. É preciso auxiliar e instruir a mãe rural. Os nossos filhos, Lisboa, n. 53, out., 1946, p. 14.

CONSELHOS da avozinha: Da vida e das pessoas. Os nossos filhos, Lisboa, n. 64, set., 1947, p. 24.

CORREIA, Maria Natividade Pinto. Dos 3 aos 6 anos. Os nossos filhos, Lisboa, n. 87, ago., 1949, p. 6.

COVA, Anne; PINTO, António Costa. O salazarismo e as mulheres: uma abordagem comparativa. Penélope, n. 17, 1997, p. 71-94.

D’ALMADA, Beatriz. Entrevista: Dr. Esmeraldo Gouvêa - O Dispensário de Higiene Infantil do Funchal. Os nossos filhos, Lisboa, n. 110, jul. 1951, p. 14-15.

D’ALMADA, Beatriz. Aqui, Funchal: história verdadeira. Os nossos filhos, Lisboa, n. 114, nov., 1951, p. 14-15.

DEFEITOS congénitos. Saúde e Lar, Lisboa, n. 102, abr., 1956, p. 2.

ESCOLA de pais. Os Nossos Filhos, Lisboa, n. 180, maio, 1957, p. 5.

ESTEVES, Constantino. O papel maléfico da vizinha. Saúde e Lar, Lisboa, n. 25, set., 1946, p. 10.

FERREIRA, António Gomes. Gerar, criar, educar: a criança no Portugal do Antigo Regime. Coimbra: Quarteto, 2000.

FERREIRA, António Gomes. Higiene e controlo médico da infância e da escola. Cadernos Cedes, Campinas, v. 23, n. 59, 2003. Disponível em: . Acesso em: 12 dez., 2012.

FERREIRA, Maria Manuela. Salvar os corpos, forjar a razão: contributo para uma análise crítica da criança e da infância como construção social 1880-1940. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 2000.

FERREIRA, Óscar Ramos. História da Escola Técnica de Enfermeiras (1940-1968). Lisboa: UL, 2012. 487f. Tese (doutorado em Educação). Instituto de Educação, Universidade de Lisboa.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. Oeiras: Celta, 2005.

GOUVÊA, Júlio Esmeraldo. A acção social do Dispensário de Higiene Infantil do Funchal. Os nossos filhos, Lisboa, n. 110, jul., 1951, p. 16.

GRANT, Julia. Raising baby by the book: the education of American mothers. New Haven: Yale University Press, 1998.

HULBERT, Ann. Raising America: experts, parents and a century of advice about children. New York: Vintage Books, 2004.

KOVEN, Seth; MICHEL, Sonya. Introduction: mothers worlds. In: KOVEN, Seth; MICHEL, Sonya (orgs.). Mothers of a new world: maternalistic politics and the origins of welfare states. New York: Routledge, 1993, 1-42.

LÍDIA. Sem título. Os nossos filhos, Lisboa, n. 58, mar., 1947, p. 24.

LITT, Jacquelyn S. Medicalized motherhood: perspectives from the lives of African-American and Jewish women. New Brunswick, NJ: Rutgers University Press, 2000.

MÃES imprevidentes! Os vossos filhinhos correm grandes perigos! Os nossos filhos, Lisboa, n. 51, ago., 1946, p. 25.

MARTINS, Ana Paula. Género e assistência: considerações histórico-conceituais sobre práticas e políticas assistenciais. História, Ciência, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 18, n. 1, dez., 2011. Disponível em: . Acesso em: 21 fev., 2013.

MAYRING, Philipp. Qualitative content analysis. In: FLICK, Uwe; KARDORF, Ernst von; STEINKE, Ines (org.). A companion to qualitative research. London: Sage, 2004, p. 266-269.

MINHA SENHORA, ajude-nos! Os nossos filhos, Lisboa, n. 99, ago., 1950, p. 11.

MIRA, Ferreira de. Criar e educar. Os nossos filhos, Lisboa, n. 32, jan., 1945, p. 6-7.

MOURA, Renata Heller de; BOARINI, Maria Lucia. A saúde da família sob as lentes da higiene mental. História, Ciências, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, vol. 19, n. 1, 2012. Disponível em: . Acesso: 21 fev., 2013.

NÓVOA, António. A educação nacional. In: MARQUES, António Oliveira; SERRÃO, Joel; ROSAS, Fernando (orgs.). Nova história de Portugal. Vol. XII - Portugal e o Estado-Novo (1930-1960). Lisboa: Presença, 1992, p. 455-519.

NÓVOA, António. A imprensa de educação e de ensino: repertório analítico (séculos 19 e 20). Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1993.

NÓVOA, António. A imprensa de educação e ensino: concepção e organização do repertório português. In: CATANI, Denice Bárbara; BASTOS, Maria Helena Camara (orgs.). A educação em revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras, 1997, p. 11-31.

O CENTRO de Saúde de Lisboa. Os nossos filhos, Lisboa, n. 36, maio, 1945, p. 12-13.

O MENINO dorme. Os nossos filhos, Lisboa, n. 36, maio, 1945, p. 15.

O PAPEL da enfermeira de pediatria e a sua preparação. Os nossos filhos, Lisboa, n. 138, nov., 1953, p. 10.

ODLAND, Sarah Burke. Unassailable motherhood, ambivalent domesticity: the construction of maternal identity in Ladies’ Home Journal in 1946. Journal of Communication Inquiry, v. 34, n. 1, 2009, p. 61-84.

PAÇO, Maria João Lopes do. Acorde, mãezinha! Os nossos filhos, Lisboa, n. 45, fev., 1946, p. 14-15.

PESSOA, Ana Maria. A educação das mulheres e das crianças no Estado Novo: a proposta de Maria Lúcia Vassalo Namorado. Lisboa: UL, 2005. 1748f. Tese (doutorado em Ciências da Educação). Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade de Lisboa.

PIMENTEL, Irene Flunser. A assistência social e familiar do Estado Novo nos anos 30 e 40. Análise Social, Lisboa, v. 34, n. 151/152, 1999, p. 477-508.

PIMENTEL, Irene Flunser. A cada um o seu lugar: a política feminina do Estado Novo. Lisboa: Círculo de Leitores/Temas & Debates, 2011.

ROCHA, Cristina; FERREIRA, Maria Manuela. As mulheres e a cidadania: as mulheres e o trabalho na esfera pública e na esfera doméstica. Lisboa: Livros Horizonte, 2006.

ROSAS, Fernando. O salazarismo e o homem novo: ensaio sobre o Estado Novo e a questão do totalitarismo. Análise Social, Lisboa, v. 35, n. 157, 2001, p. 1031-1054.

ROSE, Nikolas. Governing the soul: The shaping of the private self. London: Free Association Books, 1999.

RUMINA, Branca. Em Madrid: a obra de puericultura Carmem Franco. Os nossos filhos, Lisboa, n. 68, jan. 1948, p. 16-17.

SEM TÍTULO [recensão do livro A higiene, a Criança e o conforto do Lar]. Os nossos filhos, Lisboa, n. 42, nov., 1945, p. 4-5.

SEM TÍTULO [carta ao editor]. Os nossos filhos, Lisboa, n. 58, mar., 1947, p. 24.

SEM TÍTULO. Os nossos filhos, Lisboa, n. 68, jan,. 1948, p. 11.

SEM TÍTULO [carta ao editor]. Os nossos filhos, Lisboa, n. 101, out., 1950, p. 10.

SEM TÍTULO [carta ao editor]. Os nossos filhos, Lisboa, n. 138, nov., 1953, p. 7.

STEARNS, Peter. Anxious parents: a history of modern childrearing in America. New York: New York University Press, 2003.

UMA INICIATIVA para si: Como cuidar da criança pequena. Os nossos filhos, Lisboa, n. 154, mar. 1955, p. 7.

VALÉRIO, Nuno (org.). Estatísticas históricas portuguesas. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística, 2001.

VASCO, Gilberto Branco. O que se não deve fazer. Saúde e Lar, Lisboa, n. 16, mar., 1945, p. 2-3.

VILHENA, Carla. Institucionalização da educação pré-escolar em Portugal (1880-1950). Lisboa: UL, 2002. 18 f. Dissertação (mestrado em Ciências da Educação). Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade de Lisboa.

WAGNER, Peter. A sociology of modernity: liberty and discipline. London: Routledge, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



====================================================================

REVISTA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO / HISTORY EDUCATION JOURNAL

QUALIS/CAPES 2016: Educação - A1 / Ensino - A1 / História - A2 / Interdisciplinar - A2 / Direito - A2 / Linguística e Literatura - B1 / Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo - B1

ISSN online: 2236-3459

E-mail: rhe.asphe@gmail.com

Facebook RHE

Twitter RHE 

Google + (Plus) 

Academia RHE

Linkedin RHE


INDEXADORES / INDEXERS

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

Dialnet - Fundación Dialnet

Doaj - Directory of Open Access Journals

Educ@ Scielo FCC - Indexador online de periódicos na área da Educação

EZB - Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Electronic Journals Library)

Google Acadêmico - Google Scholar

Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

LatinRev - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades

OEI - Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciência y la Cultura - Biblioteca Digital

Periódicos Capes - Portal de Periódicos Capes / MEC

PKP - Public Knowledge Project

Qualis Periódicos - Plataforma Sucupira

Redalyc - Sistema de Información Científica Redalyc / Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

Redib - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

Scielo - Scientific Electronic Library Online

Scopus - Abstract and citation database of peer-reviewed literature: scientific journals, books and conference proceedings

SJR - Scimago Journal & Country Ranking

Sumários.org - Sumários de Revistas Brasileiras

 

PATROCINADORES / SPONSORS

Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação - Asphe

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Universidade de Caxias do Sul - UCS

Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos

Universidad Complutense de Madrid / España - UCM

 

AGÊNCIAS DE FOMENTO

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes