Caracterização e influência do teor do resíduo de areia de fundição fenólica em argamassas de revestimento

Autores

  • Juliana Machado Casali Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC
  • Thainá Fortunato Miguel Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC
  • Caroline Castanhetti Felizardo Instituto Federal de Santa Catarina
  • Natacha dos Santos Meira Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC
  • Lucas Dominguini Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC
  • Andrea Murillo Betioli Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Palavras-chave:

Areia de fundição, Argamassa de revestimento Resíduo.

Resumo

Um dos resíduos gerados pela indústria de fundição que tem potencial de aplicação na construção civil é a areia de fundição. O objetivo deste trabalho foi caracterizar e verificar a influência do teor do resíduo de areia de fundição fenólica em argamassas de revestimentos trabalháveis. Foram confeccionadas argamassas mistas, substituindo a areia natural, em volume, nos teores de 0%, 10%, 30% e 100% pelo resíduo de areia de fundição. Para os resíduos de areia de fundição e das argamassas foram realizados ensaios de corrosividade, reatividade, lixiviação e solubilização. Com os dados obtidos foi possível verificar a influência do resíduo de areia de fundição nas propriedades do estado fresco (principalmente na argamassa com 100% do resíduo de areia de fundição, que demandou uma quantidade de água maior para a mesma consistência) e do endurecido (redução nas resistências, na densidade de massa e no módulo de elasticidade). Notou-se que as argamassas com resíduos de areia de fundição, em comparação com o resíduo de areia de fundição, apresentaram menor concentração de ferro, fluoreto e sódio, e maior de alumínio, cromo total e fenóis totais. Os resíduos estudados foram classificados como não perigosos – Classe II A – não inertes, segundo a NBR 10004 (ABNT, 2004).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Machado Casali, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Departamento Acadêmico de Construção Civil - DACC, área de materiais

Thainá Fortunato Miguel, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Departamento de Ensino e Pesquisa - DEPE, área de materiais

Caroline Castanhetti Felizardo, Instituto Federal de Santa Catarina

Departamento de Ensino e Pesquisa - DEPE, área de materiais

Natacha dos Santos Meira, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Departamento de Ensino e Pesquisa - DEPE, área de materiais

Lucas Dominguini, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Departamento de Ensino e Pesquisa - DEPE, área de química

Andrea Murillo Betioli, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Departamento Acadêmico de Construção Civil - DACC, área de materiais

Downloads

Publicado

2017-12-20

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)