Placas cimentícias e pavers com incorporação de rejeitos da coleta seletiva do município de Blumenau, SC

João Marcos Bosi Mendonça de Moura, Rafael Reis, Samantha May, Ivone Gohr Pinheiro

Resumo


Analisou-se o desempenho físico-mecânico de placas e pavers com incorporação de rejeitos da coleta seletiva do município de Blumenau, SC. Tais rejeitos são compostos de orgânicos, polímeros, papéis, vidro e têxteis, que foram reduzidos de tamanho (2,4 mm a 19,0 mm) e substituíram o agregado miúdo natural nos percentuais de 5%, 10%, 20% e 30%. Para o compósito no estado fresco verificou-se o índice de consistência, e no estado endurecido determinaram-se massa específica aparente, absorção de água e resistência à compressão. As placas foram submetidas ao ensaio de resistência à flexão e à análise de microscopia eletrônica de varredura. A massa específica aparente das placas variou de 0,8 a 1,6 g.cm-3, e dos pavers, de 1,78 a 1,84 g.cm-3. Para menores quantidades de rejeitos incorporados, os dois materiais apresentaram índices de absorção de água que satisfazem as exigências de normas correlatas. As placas apresentaram valores de resistência à compressão que variaram de 4,7 MPa a 14,6 MPa. Na flexão, os valores atingidos foram de 0,1 MPa a 1,8 MPa. Os pavers alcançaram valores de resistência à compressão entre 10,8 MPa e 18,7 MPa. Pavers com 5% de incorporação de agregados de rejeitos seriam passíveis de ser aplicáveis em calçadas e meios-fios desde que estudos futuros garantam sua durabilidade.


Palavras-chave


Reciclagem; Resíduos sólidos; Materiais da construção civil

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2017 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio:

Indexado em: