Avaliação do comportamento estrutural de protótipos de lajes pré-moldadas com concreto com resíduo de borracha de pneu

Autores

  • Ana Paula Moreno Trigo Universidade Estadual Paulista
  • Jorge Luís Akasaki Universidade Estadual Paulista
  • José Luiz Pinheiro Melges Universidade Estadual Paulista
  • Jefferson Sidney Camacho Universidade Estadual Paulista

Palavras-chave:

Concreto Armado, Laje Pré-moldada Treliçada, Resíduo de Pneu, Ensaios, Concreto Ecológico

Resumo

 

 

Ana Paula Moreno Trigo

Escola de Engenharia de Ilha Solteira

Universidade Estadual Paulista

Alameda Bahia, 550

Ilha Solteira- SP – Brasil

 CEP 15385-000

Tel.: (18) 3743-1213

E-mail: amorenotrigo@yahoo.com.br

 

 

Jorge Luís Akasaki

Escola de Engenharia de Ilha Solteira

Universidade Estadual Paulista

Tel.: (18)  3743-1213

E-mail: akasaki@dec.feis.unesp.br

 

 

José Luis Pinheiro Melges

Escola de Engenharia de Ilha Solteira

Universidade Estadual Paulista,

Tel.: (18) 3743-1263

E-mail: jlmelges@dec.feis.unesp.br

 

 

Jefferson Sidney Camacho

Escola de Engenharia de Ilha Solteira

Universidade Estadual Paulista,

Tel.: (18)  3743-1212

E-mail: jsc@dec.feis.unesp.br

 

 

Recebido em 15/05/08

Aceito em 18/12/08

  No Brasil, uma significativa parte do volume de concreto produzido é usada em pilares, vigas e lajes das edificações. Desse modo, pensa-se na possibilidade de substituir parcialmente o agregado do concreto por materiais que sejam econômica e ecologicamente viáveis. Este trabalho apresenta um estudo para o reaproveitamento do resíduo proveniente da recauchutagem de pneu, já que este se mostra promissor por ser gerado em abundância. A proposta é utilizá-lo como parte do agregado de concreto para lajes de forro, uma vez que essas lajes não demandam ações elevadas, quando comparadas às lajes de piso. Sendo assim, foram ensaiados, à flexão, dois protótipos de lajes pré-moldadas treliçadas unidirecionais, sendo uma delas constituída parcialmente por resíduo de borracha de pneu, e o outro não. Através dos deslocamentos verticais, das deformações no concreto e na armadura, e dos modos de ruína observados nos ensaios, foi possível avaliar o comportamento dessas lajes e verificar que a adição do resíduo de borracha de pneu não inviabiliza tecnicamente o seu uso e apresenta vantagens quanto ao aspecto ambiental, embora seja menos eficiente do ponto de vista estrutural e conduza a um maior consumo de cimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-18

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)