Entre-lugares de verdades perigosas: a teoria das representações sociais, a dor do outro e a dialogicidade ainda possível

Autores

  • Denise Marcos Bussoletti Universidade Federal de Pelotas
  • Pedrinho Arcides Guareschi Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Relação. Representações Sociais. Psicologia Social. Abordagem dialógica

Resumo

Este artigo se insere na tradição dos estudos psicossociais e culturais críticos. Discute a Psicologia Social e o seu possível caráter de ciência produtora de “verdades perigosas”, na perspectiva da teoria das Representações Sociais (MOSCOVICI, 1971). A hipótese básica que permeia o texto é a centralidade da categoria de relação (GUARESCHI, 1998) na abordagem do sujeito e da realidade social. Estabelecemos, para tanto, uma interlocução com as reflexões propostas por MARKOVÁ (2006) e JOVCHELOVITCH (2008) nos marcos da constituição de uma Psicologia Social Dialógica. Finalizamos apresentando uma possibilidade de tratamento da teoria das Representações Sociais com base nesta abordagem, debatendo o dilema ético: o que fazer diante da dor do Outro? Utilizamos como auxiliares nesta perspectiva os conceitos de “dialogia” e de “excedente estético” da teoria bakhtiniana.  Concluímos pela retomada de direção, no sentido de afirmação de uma Psicologia Social Dialógica, uma Psicologia Social de verdades perigosas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Marcos Bussoletti, Universidade Federal de Pelotas

Possui doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2007), mestrado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1997) e Graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Pelotas (1987). Atualmente é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas. Tem experiência nas áreas de Educação e Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: infância, representações sociais, identidade social, memória e narrativas populares.

Pedrinho Arcides Guareschi, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Imaculada Conceição (1969), graduação em Teologia pelo Instituto Redentorista de Estudos Superiores de SP (1964), Pós Graduação em Sociologia pela PUCRS (1965), graduação em Letras pela Universidade de Passo Fundo (1968), mestrado em Psicologia Social - Marquette University Milwaudee (1973), doutorado em Psicologia Social - University Of Wisconsin At Madison (1980), pós-doutorado no departamento de Ciências Sociais na Universidade de Wisconsin (1991) e pós-doutorado no departamento de Ciências Socias na Universidade de Cambridge (2002). Atualmente é professor convidado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Conferencista Internacional. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: mídia, ideologia, representações sociais, ética, comunicação e educação.Atualmente trabalha como professor convidado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).

Downloads

Publicado

2011-07-21

Como Citar

BUSSOLETTI, D. M.; GUARESCHI, P. A. Entre-lugares de verdades perigosas: a teoria das representações sociais, a dor do outro e a dialogicidade ainda possível. Em Questão, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 65–77, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/19384. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo