A Construção subliminar do “atraso” no noticiário de El Universal sobre a reforma constitucional venezuelana de 2007

Autores

  • Gláucia da Silva Mendes UFRJ

Palavras-chave:

Jornalismo. Construção da realidade. Ideologia liberal. Governo Hugo Chávez.

Resumo

O presente trabalho analisa a representação construída pelo jornal venezuelano El Universal sobre o projeto de reforma constitucional proposto por Hugo Chávez em 2007. Parte-se da hipótese de que o noticiário reproduz o discurso do “atraso” associado pela ideologia liberal a modelos anti-liberais que vicejaram na América Latina em outros momentos históricos. Para verificá-la, empreende-se uma análise calcada nos fundamentos da escola francesa de análise do discurso. O estudo evidencia que as marcas discursivas majoritárias na cobertura associam à reforma os principais argumentos da ideologia liberal na crítica a modelos anti-liberais. Conclui-se que, ao reverberar esses sentidos, El Universal reproduz, de forma subliminar, o discurso do “atraso”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gláucia da Silva Mendes, UFRJ

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Comunicação e jornalista pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Downloads

Publicado

2011-07-21

Como Citar

MENDES, G. da S. A Construção subliminar do “atraso” no noticiário de El Universal sobre a reforma constitucional venezuelana de 2007. Em Questão, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 111–126, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/18816. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo