PRESSÕES INTRANSFERÍVEIS: UMA ANÁLISE DO FUNCIONAMENTO INTERNO DAS SANÇÕES ECONÔMICAS

Cristine Koehler Zanella

Resumo


Considerando a significativa utilização das sanções econômicas multilaterais e a relativa ausência de estudos que analisem seus limites, impactos e seu funcionamento, o artigo retoma alguns importantes trabalhos relativos aos resultados que atingiram e sugere uma falha no mecanismo das sanções que poderia ser responsável por sua frequentemente alegada ineficiência.


Palavras-chave


Sanções econômicas; regimes autocráticos; coerção multilateral

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.18454

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS