O Sucesso das Negociações do Programa Nuclear Iraniano

Autores

  • Ricardo Fagundes Leães UFRGS FEE

DOI:

https://doi.org/10.22456/2178-8839.56918

Palavras-chave:

Programa Nuclear Iraniano, Estados Unidos, P5 1

Resumo

Após décadas de tensão, sanções, desconfiança e instabilidade, Irã e Estados Unidos lograram, enfim, firmar um amplo acordo com o fito de desanuviar suas relações e pôr um termo às suspeitas internacionais sobre o caráter pacífico do programa nuclear iraniano. As negociações, que tiveram início oficialmente em novembro de 2013, foram concluídas dentro do prazo anteriormente estipulado pelos participantes, 31 de março de 2015. A condução do acordo se deu por representantes iranianos e por uma junta de diplomatas e políticos da União Europeia e do P5 + 1 (os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU somados à Alemanha). Embora seus termos ainda não tenham sido legalmente fixados, já se pode esperar um levantamento progressivo das sanções impostas ao Irã desde a década de 1980, intensificadas a partir de 2009. Da mesma forma, o programa nuclear do país adquire maior respaldo internacional, pois fica sujeito a inspeções regulares e irrestritas de especialistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Fagundes Leães, UFRGS FEE

Doutorando em Ciência Política/UFRGS

Analista Pesquisador em Relações Internacionais/FEE

Downloads

Publicado

2015-09-15

Como Citar

Leães, R. F. (2015). O Sucesso das Negociações do Programa Nuclear Iraniano. Conjuntura Austral, 6(31), 21–28. https://doi.org/10.22456/2178-8839.56918

Edição

Seção

ANÁLISE DE CONJUNTURA