Jogos Digitais e arte-educação: acepções gerais

Sara Raquel Andrade Silva

Resumo


O presente artigo tem a intenção de apresentar, de forma breve, as possibilidades pedagógicas na utilização dos jogos digitais como ferramenta no ensino de arte. Relacionando o contexto atual dos videogames, isso é, a discussão sobre seu caráter artístico como analogia para facilitar a assimilação dos movimentos artísticos nos mais variados contextos históricos. O trabalho ainda faz apontamentos acerca do impacto da tecnologia na aprendizagem de jovens e crianças e a maneira como o uso do videogame apresenta soluções para novas demandas pedagógicas.


Palavras-chave


Videogame. Arte-educação. Arte.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, L. Game over: jogos eletrônicos e violência, São Paulo, Futura, 2005.

ANTONELLI, Paola. Videogames: 14 in the Collections, for Starters. 2012. Disponível em Acesso em 16 de fevereiro de 2016.

AQUINO, C. A. B. e MARTINS, J. C. O. Ócio, lazer e tempo livre na sociedade do consumo e do trabalho. Revista Mal-estar e Subjetividade, Fortaleza, v. 7, n. 2, p. 479-500, set/2007.

ARRUDA, E. Pimenta. O papel dos videogames na aprendizagem de conceitos e analogias históricas pelos jovens. Ensino em Re-Vista, v. 18, n. 2 p. 287-297, jul./dez. 2011.

BAVELIER, Daphne, GREEN, Shawn. Action Video Games Sharpen Vision 20 Percent. 2007. Disponível em < http://www.rochester.edu/news/show.php?id=2764> Acesso em 16 de fevereiro de 2016.

BECKER, H. S. Mundos da Arte, 25ª Ed., Trad. Luís San Payo. Lisboa: Livros Horizonte, 2010.

HAMZE, Amélia. O que é aprendizagem? 2006. Disponível em

/trabalhodocente/oqueeaprendizagem.htm> Acesso em 17 de fevereiro de 2016.

HUIZINGA, J. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 5. ed. São Paulo: Perspectivas, 2007.

JONES, Jonathan. Sorry MoMA, videogames are not art. 2012. Disponível em Acesso em 16 de fevereiro de 2016.

PRENSKY, Marc. Digital natives, digital imigrants. On The Horizon v. 9, n. 5. 2001.

STUART, Keith. Are video games art: the debate that shouldn't be 2012. Disponível em Acesso em 16 de fevereiro de 2018.




DOI: https://doi.org/10.22456/2357-9854.67161

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Revista GEARTE

ISSN 2357-9854 | e-ISSN 2596-3198 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil

http://www.seer.ufrgs.br/gearte

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.