Educação das Mulheres na América Latina: um olhar decolonial

Adriane Santana Lima

Resumo


Este artigo analisa a concepção de educação para as mulheres presente nas obras de Nísia Floresta e Soledad Acosta de Samper e relaciona esta concepção com os movimentos de independência e descolonização da América Latina. Fundamenta-se na genealogia feminista decolonial e metodologicamente na história cultural e comparada. Os resultados revelam que as autoras debatem a formação educacional das mulheres em estreita relação com os movimentos políticos de descolonização do continente latino-americano. Os seus escritos constituem um pensamento fronteiriço que emerge na densa trama da decolonialidade.

 

 


Palavras-chave


Educação de Mulheres; América Latina; Decolonialidade



Direitos autorais 2019 Adriane Santana Lima

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo