A Mestria da Palavra e a Formação de Professores

Leandro de Lajonquière

Resumo


A formação de professores e a educação das jovens gerações são pensadas, neste texto, como cara e coroa do único laço social e discursivo que o homo sapiens pode habitar como tal. A mestria da palavra, derivada de sua própria equivocidade, é inerente ao desdobramento do laço social e, portanto, trata-se da peça chave dos processos educativos e formativos. Entretanto, as empreitadas atuais, no Brasil, de formação de professores segundo o figurino da educação a distância constituem a mais nova versão do antigo voto perverso de formatarmos a potestade educativa e formativa da mesmíssima palavra sem a qual não há laço social algum.

Palavras-chave


Educação a Distância. Formação de Educadores. Transmissão.

Texto completo:

PDF () PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo