A Criança é Performer

Autores

  • Marina Marcondes Machado Escola de Comunicações e Artes/USP

Palavras-chave:

Primeira Infância. Relação Criança-corpo. Maurice Merleau- Ponty. Perfomance.

Resumo

Este artigo conversa com a noção de infância proposta por Maurice Merleau-Ponty em seus Cursos na Sorbonne sobre a Psicologia e a Pedagogia da criança. O texto tem raiz nos resultados da pesquisa de pósdoutoramento da autora, pesquisa de criação dramatúrgica na metodologia de “trabalho em processo” cuja totalidade, entre etnografia, estudo das cenas de rua e criação de roteiros teatrais, permitiram-na propor a noção de criança performer. Trata-se de uma contribuição original com base na tradição fenomenológica, bem como na noção de culturas da infância. O artigo faz interlocução com o que estudiosos da cena contemporânea nomeiam performance e performer de modo a propor uma visão de criança performer, com foco especialmente voltado para a Pedagogia Teatral e a Educação Infantil.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Marcondes Machado, Escola de Comunicações e Artes/USP

Marina Marcondes Machado é psicóloga clínica, mestre em artes (ECA/USP), doutora em psicologia da educação (PUC-SP) com pós-doutorado em pedagogia do teatro (ECA/USP, bolsista FAPESP). É pesquisadora das relações entre infância e cena contemporânea e autora dos livros O brinquedo-sucata e a criança e A poética do brincar, ambos pela Loyola, e Cacos de infância/ teatro da solidão compartilhada, pela Annablume/FAPESP.

Arquivos adicionais

Publicado

2010-08-25

Como Citar

Machado, M. M. (2010). A Criança é Performer. Educação &Amp; Realidade, 35(2). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/11444

Edição

Seção

Performance, Performatividade e Educação