Elaboração de projetos como estratégia pedagógica para o ensino de engenharia (curso à distância de projeto no modelo e-learning-by-doing)

Maria Isabel Timm

Resumo


O trabalho contextualiza historicamente, descreve e discute caracteristicas de um possível perfil cognitivo dos
engenheiros, atualizando-o em relação às necessidades da sociedade e da cultura contemporâneas, com base no
paradigma multidisciplinar das Ciências Cognitivas, apresentado a partir da obra "Como a mente funciona", de Steven
Pinker, e em pesquisa bibliográfica sobre autores da área de engenharia. Busca analisar criticamente as necessidades
do ensino contemporâneo de engenharia, identificando estratégia didático-pedagógico compatível com as
caracteristicas descritas no perfil. A elaboração didática de projetos foi a estratégia escolhida, por apresentar a
mesma estrutura cognitiva (raciocínios, operações mentais, comportamentos, atitudes e posturas) da atividade
profissional, bem como por caracterizar um contexto integrado de conceitos teóricos, atividades práticas, tomadas
de decisão e vivências que deverão constituir um apoio à consolidação da memória de longa duração de alunos, e,
por conseguinte, de seu aprendizado, segundo conceitos apresentados por Roger Schkank na obra Dynamic
Memory Revisited. O trabalho se desenvolve com a escolha de um modelo de curso á distância estruturado a partir
do mesmo paradigma, para aplicar a estratégia escolhida. Trata-se do modelo e-learning-by-doing, apresentado por
Roger Schank na obra Designing world-class e-learning. São descritas atividades de palnejamento, implantação e
análise qualitativa de resultados de um curso-piloto à distância ( com o referido modelo), de elaboração didática de
um projeto de engenharia deotécnica, com alunos de mestrado do Pós-Graduação em Engenharia Civil, da Universidade
Federal do Rio Grande do Sul, sob coordenação do Prof. Fernando Schnaid. A experiência teve excelente receptividade
e aproveitamento dos alunos. O framework teórico-conceitual multidisciplinar mostrou-se enriquecedor, apontando
possibilidades de continuidade da pesquisa sobre ensino de engenharia, relacionadas ao aprofundamento do perfil
dos engenheiros, ao uso did´stico-pedagógico de projetos e ao modelo e-learning-by-doing, todos eles com aplicação
na prática docente e na formação de professores.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.9689

Direitos autorais



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X