A experiência de observador militar da ONU no Saara Ocidental

Sylvio de Souza Ferreira, Eduardo Xavier Ferreira Glaser Migon

Resumo


A questão do Saara Ocidental constitui o caso de descolonização mais recente, duradouro e não-resolvido do continente africano, em pleno século XXI. Trata-se de um território não-governado, localizado na porção noroeste da África Saariana e encontra-se sob custódia da ONU desde 1991, quando da implantação da MINURSO. Nesse contexto, o presente artigo tem como principal motivação comunicar a experiência no exercício da função de observador militar da ONU, sublinhando aspectos peculiares e práticos, bem como percepções no desempenho dessa função. É uma visão interna da realidade de uma Operação de Paz, do indivíduo e do profissional da Organização. Para tanto, o artigo utiliza abordagem qualitativa na metodologia empregada e aspectos da observação participante e do estudo de caso descritivo. É composto por uma introdução, que visa ambientar o leitor à questão, uma caracterização da área, uma revisão histórica do caso, uma seção de exposição da metodologia e a experiência de um dos autores como observador militar da ONU no Saara Ocidental propriamente dita. Por fim, são realizadas considerações finais na conclusão.


Palavras-chave


ONU; Operações de Paz; MINURSO; Saara Ocidental;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.68980



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS