Carreira e contexto institucional no sistema de ensino superior brasileiro

Comissão Editorial Sociologias, Elizabeth Balbachevsky

Resumo


Este trabalho faz um estudo da evolução da relação entre titulação e carreira institucional, entre 1992 e 2003, nas instituições de ensino superior brasileiras, usando para isso dados coletados em dois surveys representativos da profissão acadêmica no Brasil. Os resultados obtidos foram surpreendentes porque apontam para uma desorganização crescente da estrutura da carreira nas instituições de ensino superior brasileiras e um enfraquecimento na associação entre titulação e carreira. O estudo apresenta ainda um exercício de análise multivariada para verificar quais dimensões são relevantes para explicar a ascensão do professor a diferentes degraus da carreira. O resultado dessa análise corrobora a hipótese de que a carreira oferecida pelas instituições de ensino superior brasileiras esteja, pouco a pouco, perdendo sua capacidade de discriminar e recompensar o desempenho acadêmico, já que o principal referencial a partir da qual ela foi construída – a titulação – tendeu, na última década, a se homogeneizar.

Palavras-chave


Brasil; ensino superior; profissão acadêmica; produtividade acadêmica; carreira acadêmica

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.