“Casas de Homens” - O jogo do osso e a masculinidade em grupos populares de Porto Alegre (RS)

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Elaine Rosner da Silveira

Resumo

Este trabalho aborda a masculinidade em grupos populares através do jogo do osso. As casas de jogo do osso são ambientes de importante sociabilidade e reciprocidade entre estes homens, com freqüência excluídos de uma inserção social. Ao mesmo tempo possibilitam a performatização e reedição de valores masculinos ligados à honra e à virilidade. O fato de estar no limiar entre o legal e o ilegal, às vezes proscrito por lei como “jogo de azar”, faz com que esta prática lúdica e popular oscile, para seus freqüentadores, entre a referência de marginal e tradicional. A legislação procura normatizar e disciplinar comportamentos dessa classe social, embora não consiga com absoluto sucesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine Rosner da Silveira

Psicóloga da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, mestre em Antropologia IFCH/UFRGS

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; ROSNER DA SILVEIRA, E. “Casas de Homens” - O jogo do osso e a masculinidade em grupos populares de Porto Alegre (RS). Sociologias, [S. l.], v. 1, n. 2, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/6974. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Interfaces