Desafios para o ensino básico na visão dos vulneráveis

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Alba Zaluar

Resumo

O artigo apresenta uma discussão sobre os desafios do ensino básico no Brasil. Sem o entendimento deles, dificilmente a crise atual no próximo milênio será superada. A ameaça não é apenas da estagnação econômica ou do desenvolvimento tecnológico do país, mas também do contínuo esgarçamento do tecido social, da atomização, do individualismo negativo, do esfacelamento da solidariedade e da civilidade como etos imprescindíveis do caráter democrático da sociedade que se desenha para o futuro. Os significados da educação para os pobres foram baseados nos resultados de uma pesquisa realizada em 1995 sobre as relações que os pobres, situados em diferentes cidades e bairros da região metropolitana do Rio de Janeiro, oriundos de diversas etnias, raças, religião, fases e tipos de famílias teriam da escola pública e da educação em geral. O estudo foi feito em três áreas pobres, comparando a educação oferecida aos pobres em escolas comuns e Cieps. Essas entrevistas exibiram uma disparidade acentuada entre os gêneros (referidos às diferenças culturalmente construídas e não apenas à determinação biológica) que constituiu um demarcador importante das imagens sobre a educação, o êxito ou fracasso escolar, a profissionalização e as práticas de violência física no bairro e nas escolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alba Zaluar

Professora do IMS/UERJ

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; ZALUAR, A. Desafios para o ensino básico na visão dos vulneráveis. Sociologias, [S. l.], v. 1, n. 2, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/6972. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos