A comunidade científica, o Estado e as universidades, no atual estágio de desenvolvimento científico tecnológico

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Michelangelo Giotto Santoro Trigueiro

Palavras-chave:

tecnologia moderna, novo modo de produção do conhecimento, política científica e teconlógica

Resumo

O trabalho discute a relação entre a comunidade científica, o Estado e a universidade no contexto atual do desenvolvimento científico-tecnológico. Enfatiza a dimensão política das transformações recentes, sobretudo no tocante aos sistemas decisórios, contrapondo momento mais verticalizado com cenário mais democratizado, e as conseqüências das transformações políticas contemporâneas, na sociedade brasileira. Procura analisar as mútuas correlações entre o Estado, as universidades e as comunidades científicas, a partir do entendimento da especificidade de cada um destes atores na condução do desenvolvimento científico-tecnológico nacional. A esse respeito, é analisado todo um conjunto de ações que se coadunam com o novo modo de produção do conhecimento, buscando destacar a natureza controversa e polêmica da inserção do Estado e o caráter conservador da comunidade científica, bem como a resistência da universidade na proposição de novas linhas de atuação no enfrentamento dos desafios trazidos pela ciência e tecnologias contemporâneas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelangelo Giotto Santoro Trigueiro

Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília, professor no departamento de Sociologia da UnB.

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; TRIGUEIRO, M. G. S. A comunidade científica, o Estado e as universidades, no atual estágio de desenvolvimento científico tecnológico. Sociologias, [S. l.], v. 3, n. 6, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5742. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê