Donald Pierson e a escola sociológica de Chicago no Brasil: os estudos urbanos na cidade de São Paulo (1935-1950)

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Edgar S. G. Mendoza

Palavras-chave:

Donald Pierson, Escola Sociológica de Chicago, Sociologia urbana, Estudos urbanos na cidade de São Paulo, Etnografia urbana

Resumo

O artigo, em termos amplos, trata da influência de Donald Pierson, formado na Escola Sociológica de Chicago, que teve maior repercussão na pesquisa urbana no Brasil, nos anos 30 e 50, tanto na Sociologia quanto na Antropologia, na cidade de São Paulo. A pesquisa urbana no Brasil tanto sociológica quanto antropológica teve referenciais teóricos que deixaram sua marcas nos trabalhos da época. No meu argumento, se pensarmos nos campos científicos da Antropologia e da Sociologia Urbana no Brasil, uma das tendências teóricas em um momento histórico e teórico foi a Escola Sociológica de Chicago. Um resgate de pesquisas precursoras de estudos urbanos na cidade de São Paulo poderiam comprovar a influência da Escola de Chicago. Apesar de serem pesquisas isoladas, enfatizaram fortemente questões propriamente urbanas. Seria arriscado defini-las nesta época como uma Sociologia Urbana propriamente dita, em São Paulo. O motivo de trazê-las é demonstrar que realmente foram um antecedente dos estudos urbanos no Brasil, entre 1935-1950. Assim, posso dizer que a Sociologia da Escola de Chicago teve influência em três campos no Brasil: a) relações raciais (negros, brancos e imigrantes), b) estudos de comunidade (pequenas cidades rurais) e c) estudos na cidade (principalmente São Paulo). Portanto, estou pensando a cidade de São Paulo como um cenário em termos gerais, como uma agenda de pesquisa institucional nos anos 35-50. Entre as poucas e modestas pesquisas de Sociologia na cidade de São Paulo tomada como objeto de estudo, foi feita uma etnografia na cidade ou uma etnografia urbana diferente dos clássicos estudos de comunidades em pequenas cidades rurais. Temos inicialmente oito trabalhos que foram publicados principalmente como artigos em revistas, sendo o objeto de pesquisa alguns bairros da cidade ou em outras cidades. O ponto central do artigo está na ampla bibliografia que foi encontrada, e apresentada no final do texto sobre a influência da Escola de Chicago e sua repercussão no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edgar S. G. Mendoza

Doutor em Ciências Sociais pela UNICAMP de São Paulo Brasil, Mestre em Antropologia Social pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador do Instituto de Investigaciones de la Escuela de Historia de la Universidad de San Carlos de Guatemala. Acadêmico de Número da Academia de Geografia e Historia de Guatemala e membro da Junta Diretiva de la Asociación Latinoamericana de Sociología –ALAS– período (2003-2005).

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; MENDOZA, E. S. G. Donald Pierson e a escola sociológica de Chicago no Brasil: os estudos urbanos na cidade de São Paulo (1935-1950). Sociologias, [S. l.], v. 7, n. 14, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5554. Acesso em: 3 dez. 2022.