A contribuição de Karl Mannheim para a pesquisa qualitativa: aspectos teóricos e metodológicos

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Wivian Weller

Palavras-chave:

Karl Mannheim, pesquisa qualitativa, método documentário de interpretação, análise de entrevistas.

Resumo

O presente trabalho retoma a contribuição de Karl Mannheim na construção de um método interpretativo de pesquisa. Discute as reflexões metodológicas e o desenvolvimento de um método de análise das visões de mundo, denominado método documentário de interpretação. A Etnometodologia foi a primeira corrente teórico-metodológica a reconhecer a importância do método documentário de interpretação de Karl Mannheim para a análise de dados qualitativos. Na Alemanha, o sociólogo Ralf Bohnsack retomou e atualizou o método documentário, tanto do ponto de vista do método como da metodologia, transformando-o numa ferramenta de análise de entrevistas individuais e grupais, imagens, fotografias e documentos. O método documentário como teoria e prática da interpretação sociológica pode ser visto como um instrumento que permite a inserção do(a) pesquisador(a) nos contextos sociais alheios, a compreensão e conceituação das visões de mundo ou orientações coletivas de um grupo, suas ações e formas de representação. Nesse sentido, o método documentário de interpretação transcende o nível da análise intuitiva ou dedutiva e instiga a construção de instrumentos analíticos capazes de mapear e dar forma às experiências cotidianas, que carecem de reflexão teórica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wivian Weller

Doutorado em Sociologia pela Universidade Livre de Berlim. Professora do Departamento de Sociologia da UnB (Bolsa Recém Doutor/CNPq); pesquisadora do NEPEM (Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre a Mulher) e membra do GP Violência, Cidadania e Segurança.

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; WELLER, W. A contribuição de Karl Mannheim para a pesquisa qualitativa: aspectos teóricos e metodológicos. Sociologias, [S. l.], v. 7, n. 13, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5512. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos