A governamentalização do Estado contemporâneo: uma cartografia dos mecanismos estatais de controle

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Luiz Felipe Rocha Benites

Palavras-chave:

Transformações do Estado, gorvernamentalidade, trabalho imaterial, sociedade de controle, produção de subjetividade

Resumo

Este ensaio analisa o processo de “governamentalização” do Estado e as implicações desse processo para a sua própria continuidade. Nutrindo-se de trabalhos genealógicos e estudos contemporâneos, procura-se cartografar alguns caminhos pelos quais os mecanismos de controle e regulação das populações estão sendo recriados e reorganizados, renovando a capacidade normalizadora do campo estatal. A análise aponta que o exercício do “governamento” contemporâneo avança no território do trabalho imaterial no serviço público ao articular o uso de novas tecnologias telemáticas com a produção de subjetividades “desejantes” de controle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Felipe Rocha Benites

Mestre em Sociologia (PPGS/UFRGS) e Professor do Centro Universitário Franciscano (UNIFRA) em Santa Maria, RS.

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; BENITES, L. F. R. A governamentalização do Estado contemporâneo: uma cartografia dos mecanismos estatais de controle. Sociologias, [S. l.], v. 6, n. 12, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5496. Acesso em: 3 dez. 2022.