Relações laborais e emprego

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Maria da Conceição Cerdeira

Palavras-chave:

Relações laborais, negociação colectiva, mudanças técnico-organizativas, emprego

Resumo

A problemática da transformação das relações laborais por pressão das mudanças económicas, tecnológicas e sociais em curso tem vindo a suscitar um interesse crescente dos analistas sociais, nas últimas décadas. O debate é intenso e a multiplicidade de obras publicadas apontam evoluções complexas e contraditórias. Este artigo começa por situar os termos mais importantes desse debate. Em seguida, procura dar conta das principais tendências do sistema de relações laborais português. Assim, são analisadas questões como a conflitualidade laboral manifesta em greve, a sindicalização e a negociação colectiva na sua estrutura e conteúdos. Por último, é o problema do processo de modernização das empresas das empresas que é analisado. Trata-se de mostrar em que medida os sindicatos, através da negociação, agem sobre os processos de reestruturação e de mudança técnico-organizativa das empresas e os problemas com os quais se confrontam com vista à defesa do emprego.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Conceição Cerdeira

Investigadora do SOCIUS/ISEG – Universidade Técnica de Lisboa, Portugal.

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; CERDEIRA, M. da C. Relações laborais e emprego. Sociologias, [S. l.], v. 6, n. 12, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5491. Acesso em: 3 dez. 2022.