USO EDUCACIONAL DE TABLETS: ESTUDO DE CASO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

Autores

  • Gilmara Teixeira Barcelos IF Fluminense Campus Campos-Centro
  • Silvia Cristina Freitas Batista IF Fluminense Campus Campos-Centro
  • Larissa da Silva Moreira IF Fluminense Campus-Itaperuna
  • Patricia Alejandra Behar NUTED-PGIE/UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.41652

Palavras-chave:

tablets, mapas mentais, formação de professores, matemática, software Mindomo

Resumo

As licenciaturas são espaços privilegiados para a discussão sobre o uso de tecnologias digitais na educação. Nesse contexto, o presente estudo tem por objetivo analisar a visão de professores de Matemática em formação sobre a elaboração de mapas mentais em tablets, discutindo vantagens e desvantagens em relação à utilização do computador para o mesmo fim. Para tanto, neste artigo, inicialmente, é abordado o uso pedagógico de tablets e é destacado o papel dos mapas mentais na educação. A seguir, são descritos os procedimentos metodológicos adotados em um estudo de caso promovido na Licenciatura em Matemática de uma instituição federal. Finalizando, são discutidos os dados levantados. Foi verificado que, em geral, a construção dos mapas mentais no computador foi considerada mais fácil do que nos tablets.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-30

Como Citar

BARCELOS, G. T.; BATISTA, S. C. F.; MOREIRA, L. da S.; BEHAR, P. A. USO EDUCACIONAL DE TABLETS: ESTUDO DE CASO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA. RENOTE, Porto Alegre, v. 11, n. 1, 2013. DOI: 10.22456/1679-1916.41652. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/41652. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos