Classificação de Objetos de Aprendizagem Segundo o Grau de Multimodalidade

Autores

  • Thaísa Jacintho Müller PPGIE - UFRGS – PUCRS
  • Alberto Bastos do Canto Filho PPGIE - UFRGS
  • Érico M. H. Amaral PPGIE - UFRGS –UNIPAMPA
  • José Valdeni de Lima PPGIE - UFRGS
  • Liane Margarida Rockenbach Tarouco PPGIE - UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.41650

Palavras-chave:

multimodalidade, classificação, estilo cognitivo

Resumo

Este artigo apresenta o extrato de uma pesquisa que avalia os níveis de multimodalidade inerentes a objetos de aprendizagem e propõe um padrão para classificação de softwares educacionais de acordo com os tipos e quantidades de mídias presentes. Para o desenvolvimento do estudo, alguns conceitos como estilo individual, carga cognitiva e multimodalidade foram amplamente explorados. Também foram observados os recursos comumente disponíveis em aplicações educacionais, como: Audio Verbal e Não Verbal, Visual Verbal e Não Verbal e Interação, os quais originaram, inicialmente, uma classificação de 18 pontos, que foram reduzidos a 7 classes. Para validação desta pesquisa, foi realizado um experimento com uma turma de graduação, o qual serviu para corroborar com a efetividade da classificação criada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-30

Como Citar

MÜLLER, T. J.; FILHO, A. B. do C.; AMARAL, Érico M. H.; LIMA, J. V. de; TAROUCO, L. M. R. Classificação de Objetos de Aprendizagem Segundo o Grau de Multimodalidade. RENOTE, Porto Alegre, v. 11, n. 1, 2013. DOI: 10.22456/1679-1916.41650. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/41650. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos