AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO FERRAMENTAS DE APOIO EM CURSOS PRESENCIAIS E A DISTÂNCIA

Autores

  • Lélis Maia de Brito Universidade Federal de Ouro Preto
  • José Renato Giuberti Júnior Instituto Federal do Espírito Santo
  • Silvane Guimarães Silva Gomes Universidade Federal de Viçosa
  • João Batista Mota Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.41630

Palavras-chave:

Educação. Tecnologia. Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

Resumo

As tecnologias vêm sendo incorporadas na educação presencial e a distância com o objetivo de enriquecer o processo de ensino-aprendizagem. Uma dessas inovações compreende-se nos ambientes virtuais de aprendizagem (AVAs), que são espaços virtuais nos quais os usuários, os educadores e os educandos podem interagir por meio de diversas ferramentas. A ideia é a de que esses ambientes criem novas possibilidades de aprendizagem ao aluno em face às mudanças tecnológicas que vêm ocorrendo na sociedade. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi discutir sobre a importância dessas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem e apresentar um caso específico de ambiente virtual, o PVANet, da Universidade Federal de Viçosa. A utilização desse ambiente tem sido ampla em cursos presenciais e a distância atendendo às perspectivas de usabilidade e interatividade dispondo das principais ferramentas de interação entre os usuários. Foi possível apontar situações no processo de ensino aprendizagem que atende às perspectivas de usabilidade e interatividade possibilitando interação entre professor e estudante. Assim como, percebeu-se que a inserção de novas interfaces no AVA possibilitaria a reorganização da metodologia de ensino a partir da seleção dos meios mais apropriados para determinada situação de ensino-aprendizagem

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-30

Como Citar

BRITO, L. M. de; JÚNIOR, J. R. G.; GOMES, S. G. S.; MOTA, J. B. AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO FERRAMENTAS DE APOIO EM CURSOS PRESENCIAIS E A DISTÂNCIA. RENOTE, Porto Alegre, v. 11, n. 1, 2013. DOI: 10.22456/1679-1916.41630. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/41630. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos