A distância transacional e a percepção de estudantes

Autores

  • Mauro Lorençatto FEMA
  • Marie Jane Soares Carvalho UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.25146

Palavras-chave:

educação a distância, distância transacional, percepção

Resumo

Na Educação a Distância online é fundamental alterar o foco de discussão da distância geográfica e temporal para a distância psíquica e comunicacional. Nosso objetivo é contribuir para o desenvolvimento de arquiteturas pedagógicas apropriadas ao estabelecimento de proximidade comunicacional nos projetos de Educação a Distância online.A discussão mostra a relação entre as dimensões da distância transacional: estrutura, diálogo e autonomia do ponto de vista da percepção de  acadêmicos que cursaram componentes curriculares optativos online. A base material desta percepção se encontra numa amostra de 25% da  avaliação  realizada pelos estudantes. Uma parte dos estudantes manifestoudificuldade em lidar com o AVA  e considerou insuficiente a dinâmica deste para seus estudos. Uma porcentagem expressiva  manifestou sentir solidão no dia-a-dia do componente curricular.  A maioria dos estudantes percebe satisfatoriamente cada uma das dimensões, mas a percepção  deles é insuficiente para sustentar o esclarecimento destas dimensões e de sua dinâmica institucional. O registro de suas percepções em avaliações institucionais contribui para que a instituição pense sobre si mesma, resguardando as limitações que se impõem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-28

Como Citar

LORENÇATTO, M.; CARVALHO, M. J. S. A distância transacional e a percepção de estudantes. RENOTE, Porto Alegre, v. 9, n. 2, 2011. DOI: 10.22456/1679-1916.25146. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/25146. Acesso em: 25 set. 2022.