TEORIA DO CAOS APLICADA AOS CONTRATOS DE CAFÉ NO MERCADO DE DERIVATIVOS

Marcelo Scherer Perlin, Paulo Sérgio Ceretta

Resumo


Dentro da teoria financeira moderna do mercado de capitais, o estudo da existência da previsibilidade no comportamento do mercado é objeto de pesquisa de inúmeros artigos. Tal tipo de pesquisa é indicada como um teste da eficiência do mercado. Uma grande parte desses estudos baseiam-se no encontro de relações entre o comportamento dos ativos em relações a outras variáveis (Fama e French (1992)) ou no teste de modelos matemáticos de previsão (Rodríguez, Rivero e Artiles (2001) ). Uma abordagem alternativa para o tipo de pesquisa destacada anteriormente encontra-se na teoria de sistemas não lineares, mais precisamente na teoria do caos. O presenta artigo possui como objetivo verificar a existência de comportamento caótico para os contratos de café arábica entre 11/03/2002 até 30/12/2002 (todos com vencimento até janeiro de 2003). Para atingir tal objetivo, foi utilizada a proposta qualitativa e quantitativa do teste descrito em, respectivamente, Gilmore (1998) e Ceretta (2003). A principal conclusão da pesquisa é o encontro de evidências favoráveis a existência de dinâmicas não lineares nos contratos de café arábica, sugerindo que o comportamento do ativo não é previsível no longo prazo.

Palavras-chave


Teoria do Caos; Eficiência de Mercado; Mercado Derivativo; Sistemas Não Lineares; Previsibilidade do Mercado

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



REAd - Revista Eletrônica de Administração
Escola de Administração | Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Rua Washington Luiz, 855 - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90.010-460

Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br