PADRÕES DE AVALIAÇÃO DE DUAS VARIÁVEIS SONORAS NA COMUNIDADE DE FALA DO RIO DE JANEIRO: UNIFORMIDADE OU DIFERENTES TENDÊNCIAS?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-8915.122804

Resumo

Esse trabalho compara os resultados de um experimento de avaliação aplicado a quatro grupos de falantes da comunidade de fala do Rio de Janeiro com diferentes graus de inserção. Foram observadas duas variáveis sonoras: coda (s) e coda (r) interna. O objetivo era observar se os participantes dos quatro grupos compartilhavam as mesmas tendências e padrões de avaliação acerca das variáveis analisadas. A mesma tendência foi observada para o comportamento dos participantes, mas com diferentes padrões de avaliação para as variáveis: para a coda (s), observou-se um padrão binário de avaliação que coloca, de um lado, o grupo de participantes excluídos socialmente e, de outro, os demais grupos inseridos socialmente; para a coda (r) interna, observou-se uma gradualidade nas avaliações dos grupos, que partem da indistinta avaliação das variantes pelo grupo de participantes excluídos socialmente até a diferença bem marcada entre as variantes pelo grupo com maior inserção social. Assim, os resultados podem ser mais bem compreendidos à luz do conceito de sistema adaptativo complexo (BECKNER et al., 2009), segundo o qual assume-se que a língua não se desenvolve de maneira uniforme e ordenada, mas sim que dependente das interações específicas dos indivíduos (MUFWENE, 2008, p. 62, 2013, p. 207-208).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Alexandre Silva Lopes de Melo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Adjunto do Departamento de Linguística e Filologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui graduação em Direito (2000) e Letras - Português/Inglês (2010) pela UFRJ, mestrado (2012) e doutorado (2017) em Linguística pela UFRJ. É membro do Programa de Pós-Graduação em Linguística (UFRJ), membro do GT de Sociolinguística da ANPOLL e do Programa de Estudos sobre o Uso da Língua (PEUL/UFRJ). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Sociolinguística, atuando principalmente na pesquisa dos seguintes temas: variação e mudança linguística, percepção da variação socialmente indexada e aquisição da escrita, em especial por grupos de indivíduos de periferia com pouco acesso às instituições sociais.

Downloads

Publicado

2022-07-07

Como Citar

LOPES DE MELO, M. A. S. PADRÕES DE AVALIAÇÃO DE DUAS VARIÁVEIS SONORAS NA COMUNIDADE DE FALA DO RIO DE JANEIRO: UNIFORMIDADE OU DIFERENTES TENDÊNCIAS?. Organon, Porto Alegre, v. 37, n. 73, p. 102–124, 2022. DOI: 10.22456/2238-8915.122804. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/organon/article/view/122804. Acesso em: 27 jan. 2023.