Uma aproximação entre bioética e interculturalidade em saúde a partir da diversidade

Márcia Mocellin Raymundo

Abstract


A diversidade do mundo em que vivemos desafia constantemente a bioética em seu labor como mediadora na resolução de problemas ou conflitos, sobretudo na área da saúde. Esta diversidade não se apresenta somente com relação aos aspectos étnicos dos indivíduos que buscam atenção em saúde, mas envolve também questões de gênero, de religiosidade e crenças, de condições socioeconômicas e culturais, entre tantos outros aspectos que configuram as características particulares de cada pessoa ou coletividade. Por sua vez, a partir da consideração da diversidade é que se configura a interculturalidade em saúde, ou seja, a complementaridade entre diferentes visões sobre uma mesma questão de saúde que se estabelece a partir do diálogo e do intercambio. Trata-se da coexistência de distintas cosmovisões de maneira complementária, sem preconceitos ou imposição de uma sobre outra. A bioética e a interculturalidade em saúde possuem pontos convergentes e comuns, pois, a bioética tem sua origem precisamente da necessidade de contemplar diferentes possibilidades e distintas racionalidades frente a uma série de conflitos que envolvem também questões de saúde. A conexão entre a bioética e a interculturalidade é uma possibilidade que pode contribuir para a solução de alguns desafios frente à diversidade que se apresenta no que concerne o processo de atenção em saúde.

 


Keywords


interculturalidade; diversidade; bioética



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:

  

 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.