PELAGRA

Autores

  • Sócrates Salvador Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Guilherme Emanuel Bruning Serviço de Atenção Primária à Saúde, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Cristiane Bauermann Leitão Serviço de Atenção Primária à Saúde, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Pelagra, desnutrição, alcoolismo

Resumo

A pelagra (deficiência de vitamina B6) acomete pacientes cronicamente desnutridos e merece destaque por seu envolvimento multissistêmico. É relatado o caso de um paciente de 48 anos, sexo masculino, com história de alcoolismo crônico, diarréia, insônia, irritabilidade e diminuição da memória. Ao exame físico, apresentava lesões eritematodescamativas, edemaciadas, simétricas no dorso de ambos os pés e região anterior e posterior das pernas,
poupando a área da bermuda e as tiras dos chinelos. Após 20 dias de reposição de niacina e complexo B, apresentou melhora significativa das lesões de pele, sem melhora dos sintomas digestivos e neurológicos. Os aspectos da patogênese, fisiopatologia, diagnóstico diferencial e tratamento da pelagra são discutidos. O diagnóstico de pelagra deve ser lembrado em pacientes com lesões de pele e fatores de risco para desnutrição, como pacientes alcoolistas e doentes crônicos.
Unitermos: Pelagra, desnutrição, alcoolismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-05

Como Citar

1.
Salvador S, Bruning GE, Leitão CB. PELAGRA. Clin Biomed Res [Internet]. 5º de fevereiro de 2020 [citado 2º de dezembro de 2022];26(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/100269

Edição

Seção

Relatos de Casos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)