A criação da EDU 03142 Educação e Cinema no curso de licenciatura em Pedagogia da FACED-UFRGS: texto-documentário escrito e editado a quatro mãos

Autores

  • Tatiana Perin Pacheco Universidade Federal do Rio Grande do Sul — UFRGS, Porto Alegre/RS, Brasil
  • Gabriel de Andrade Junqueira Filho Universidade Federal do Rio Grande do Sul — UFRGS, Porto Alegre/RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.128545

Palavras-chave:

Educação, Cinema, Formação de Professores, Pedagogia

Resumo

Este artigo, escrito a quatro mãos, trata de dois temas intrinsecamente articulados, a saber, os meandros da criação da disciplina EDU 03142 Educação e Cinema no curso de Licenciatura em Pedagogia da FACED-UFRGS e uma pesquisa de mestrado sobre as primeiras edições desta disciplina no novo currículo deste curso de Pedagogia. Tensionando educação e arte nas relações entre os sujeitos, seja durante o processo de criação da referida disciplina, na Comissão de Graduação, seja nas primeiras edições de oferta da disciplina aos alunos, se apresenta como uma provocação e um desafio sobre as contribuições do cinema e do audiovisual para a formação docente, para a produção sensível e intelectual do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Perin Pacheco, Universidade Federal do Rio Grande do Sul — UFRGS, Porto Alegre/RS, Brasil

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEDU/FACED/UFRGS). Mestre em Educação pelo PPGEDU/UFRGS. Graduada em Pedagogia pela FACED/UFRGS. Graduanda em Filosofia pela UFRGS. Professora de Inglês. Estuda as relações entre educação e cinema na formação docente, pesquisando o papel que o cinema tem na formação das professoras pedagogas.

Gabriel de Andrade Junqueira Filho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul — UFRGS, Porto Alegre/RS, Brasil

Pedagogo, mestre e doutor pela PUC-SP. Professor titular da Faculdade de Educação da UFRGS, Departamento de Estudos Especializados, área de Educação Infantil. Coordenador acadêmico do Programa de Alfabetização Audiovisual. Autor de Interdisciplinaridade na pré-escola: anotações de um educador on the road e de Linguagens geradoras: seleção e articulação de conteúdos em educação infantil.

Referências

ANDRADE, Oswald. A alegria é a prova dos nove. São Paulo: Biblioteca Azul, 2007.

APPLE, Michael W. Ideologia e currículo. São Paulo: Brasiliense, 1979.

BECKETT, Samuel. Companhia e outros textos: Companhia | Pra frente o pior | Sobressaltos | O caminho | Teto | Ouvido no escuro I e II. São Paulo: Biblioteca Azul, 2012.

BERGALA, Alain. A hipótese-cinema: pequeno tratado de transmissão do cinema dentro e fora da escola. Tradução de Mônica Costa Netto, Silvia Pimenta. Rio de Janeiro: Booklink; CINEAD/LISE-FE/UFRJ, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum

Curricular. Brasília, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, v. 3, 1998.

EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lella; FORMAN, George (org.). As cem linguagens da criança: a abordagem de Reggio Emilia na educação da primeira infância. Porto Alegre, Artes Médicas Sul Ltda, 1999.

EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lella; FORMAN, George (org.). As cem linguagens da criança: a experiência de Reggio Emilia em transformação. Porto Alegre: Penso, 2016.

EISNER, Elliot. O que pode a educação aprender das artes sobre a prática da educação? Currículo sem Fronteiras, v. 8, n. 2, p.5-17, jul./dez. 2008.

FRESQUET, Adriana. Cinema e Educação: reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e "fora" da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

GADAMER, Hans Georg. Verdade e método I. Traços Fundamentais de uma Hermenêutica Filosófica. Tradução de Flávio Paulo Meurer, rev. trad. Enio Paulo Giachini. 14. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. Tradução de Marcelo Brandão Cipolla. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2017.

JUNQUEIRA FILHO, Gabriel de Andrade. Linguagens geradoras: uma proposta de seleção e articulação de conteúdos em educação infantil. PUC/SP, 2000. Tese (Doutorado em Psicologia da Educação) – Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2000.

JUNQUEIRA FILHO, Gabriel de Andrade. Linguagens geradoras: seleção e articulação de conteúdos em educação infantil. Porto Alegre: Mediação, 2005.

JUNQUEIRA FILHO, Gabriel de Andrade; BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Cinema, infância e sala de aula: relato sobre uma disciplina e sua perspectiva de formação de professores na universidade. In: BARBOSA, Maria Carmen; SANTOS, Maria Angélica dos (org.). Escritos de alfabetização audiovisual. Porto Alegre: Libretos, 2014.

MIGLIORIN, Cezar et al. Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos. Niterói: Editora da UFF, 2014.

PACHECO. Tatiana P. O selo do sentido na formação docente: vivências, pontes sensíveis entre a teoria e a prática.

Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/174383/ 001062006.pdf? sequence=1&isAllowed=y Acesso em: 2 set. 2022.

PACHECO, Tatiana. Uma turma, cinco professores, uma pesquisadora e um encontro: educação e cinema. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/220424 Acesso em: 4 set. 2022.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 1995.

RINALDI, Carla. Diálogos com Reggio Emilia: escutar, investigar e aprender. São Paulo: Paz e Terra, 2012.

SANTAELLA, Lucia. O que é semiótica. 3.ed. São Paulo: Brasiliense, 1985.

VEGA, Alicia. Oficina de cinema para crianças. Porto Alegre: Programa de Alfabetização Audiovisual, 2015.

Downloads

Publicado

2022-11-18

Como Citar

PACHECO, T. P. .; JUNQUEIRA FILHO, G. de A. . A criação da EDU 03142 Educação e Cinema no curso de licenciatura em Pedagogia da FACED-UFRGS: texto-documentário escrito e editado a quatro mãos. Revista GEARTE, [S. l.], v. 9, 2022. DOI: 10.22456/2357-9854.128545. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/128545. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê GEARTE: 25 anos