Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Artigos

v. 5 n. 1 (2018): Tema Livre

QUANDO AS PALAVRAS NÃO SÃO VAZIAS, NEM AS AÇÕES VIOLENTAS

  • Marcelo Rubin de Lima
Enviado
August 2, 2018
Publicado
2018-08-02

Resumo

Este artigo investiga o diálogo profícuo entre conceitos de Hannah Arendt e
Jürgen Habermas, especificamente é apresentado a discussão que Habermas trabalha a partir dos conceitos de liberdade política e livre- e ] justiça a partir dos conceitos de liberdade de Arendt que separa poder e violência. A distinção entre ação normatizada pela moral e pelo direito de Habermas coloca o direito como um médium capaz de influenciar os sistemas autônomos via as discussões de argumentos no mundo da vida. Desta forma, é possível avaliar a legitimidade de um poder a partir da harmonia que se estabelece entre o uso das palavras e a ação, e isso só é possível quando as palavras não são vazias, nem as ações violentas.

Downloads

Não há dados estatísticos.