SEMINÁRIO INTEGRADO: UM ESPAÇO DE CONSTRUÇÃO COLETIVA DE ESTUDANTES E PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO NO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Márcia Von Frühauf Firme
  • Maria do Carmo Galiazzi

Resumo

O Seminário Integrado é um espaço de articulação entre o trabalho, a ciência e a cultura e passou a integrar o currículo do Ensino Médio Politécnico do Rio Grande do Sul a partir de 2012. Este artigo apresenta uma das categorias emergentes resultante de uma pesquisa qualitativa de abordagem fenomenológico-hermenêutica com objetivo de investigar o que se mostra nas teses e dissertações sobre Seminário Integrado (SI), em cursos de Pós-Graduação no Rio Grande do Sul, no período de 2012 a 2016. Ser professor de Seminário Integrado: espaço para ressignificar a pesquisa em sala de aula e a docência no coletivo é o titulo da categoria apresentada nesse artigo resultante da análise textual discursiva (ATD) das pesquisas investigadas. A análise mostrou que os professores: buscaram formação para compreender melhor o SI e o ensino e a aprendizagem por meio da pesquisa em sala de aula; passaram a questionar e problematizar a sua realidade;  a repensar questões historicamente postas como verdades absolutas; a construir um currículo mais próximo dos estudantes, valorizando seus saberes e construindo o conhecimento por meio da pesquisa, promovendo maior interação na sala de aula e possibilitando aos professores criarem, planejarem, desenvolverem e refletirem suas propostas de ensino. Também mostrou que a pesquisa ainda é própria das Universidades e que os professores da Educação Básica deveriam ocupar espaços de estudos e de investigação dentro das instituições escolares, produzindo conhecimento por meio da pesquisa sobre a formação nesse nível de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07-06-2017

Como Citar

FIRME, M. V. F.; GALIAZZI, M. do C. SEMINÁRIO INTEGRADO: UM ESPAÇO DE CONSTRUÇÃO COLETIVA DE ESTUDANTES E PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO NO RIO GRANDE DO SUL. Revista Contraponto, [S. l.], v. 4, n. 1, 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/contraponto/article/view/74021. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos