Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Artigos

v. 3 n. 2 (2016): Dossiê temático: trabalhos destaques do V Seminário Discente do Programa de Pós Graduação em Sociologia

ENTRE TRAJETÓRIAS, DESEJOS E (IM)POSSIBILIDADES: PROJETOS DE FUTURO EM JOVENS DA SOCIOEDUCAÇÃO DE MEIO ABERTO

  • Bruna Rossi Koerich
Enviado
December 21, 2016
Publicado
2016-12-21

Resumo

Esse trabalho parte de uma dissertação de mestrado em andamento, sob a orientação da Drª Fernanda Bittencourt Ribeiro, realizada com financiamento CAPES/PROSUP. A pesquisa insere-se no contexto das intersecções entre juventudes, adolescências e violências, em especial, na figura dos adolescentes em conflito com a lei. Na última década, o tema ganhou destaque no âmbito acadêmico focalizando as medidas socioeducativas de privação de liberdade. Apesar de maioria no sistema socioeducativo, as medidas executadas em meio aberto são tema quase inexistente nas ciências sociais. Visando visibilizar essas experiências e partindo do entendimento de que o discurso preponderante nas diretrizes do sistema socioeducativo é o de possibilitar futuros distanciados da prática infracional, essa pesquisa objetiva analisar a construção de projetos de futuro de jovens da socieoducação de meio aberto, compreendendo quais os elementos que ancoram essa construção. Metodologicamente, optou-se por uma inserção etnográfica e entrevistas com jovens de uma unidade de execução de meio aberto, situada no município de Canoas (RS), reconhecido pela redução dos índices de violência a partir de uma política de segurança pública que potencializa ações preventivas. Por tratar-se de uma pesquisa em andamento seus resultados são ainda parciais, mas pode-se notar que elementos como o consumo e a defesa de uma masculinidade baseada na ‘honra’ são centrais para a construção dos projetos de futuro desses jovens.

Downloads

Não há dados estatísticos.