Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Artigos

v. 2 n. 2 (2015): Tema Livre

Social Construction of Technology como metodologia complementar à análise de políticas públicas

  • Vinicius Ferreira Baptista
Enviado
November 9, 2015
Publicado
2015-11-09

Resumo

O artigo tem como objetivo situar a Construção Social da Tecnologia (SCOT, sua sigla em inglês) como uma metodologia complementar à análise de políticas públicas. O SCOT é uma metodologia que traz ênfase na identificação de atores, processos, redes e interações por entre os mesmos no sentido de compreender bases interpretativas e relacionais que impactam determinada racionalidade, modo de agir e compreender por entre atores. Por outro lado, aqui pretendemos apontar a metodologia da construção social da tecnologia como uma possibilidade analítica a ser empregada na análise de políticas públicas, pelo fato de tratar com um elemento crucial das políticas públicas: a interação de grupos sociais e a tentativa de construção do consenso. Para tanto, nos pautamos nos trabalhos dos autores fundantes do SCOT, Pinch e Bijker, tendo em mente a análise de seus maiores críticos, Winner e Klein & Kleimman. Por fim, empreendemos análise crítica da metodologia SCOT como uma ferramenta complementar à análise de políticas públicas. Entendemos que se uma política pública é percebida por um grupo social e posteriormente se desenvolve e se estabiliza dentro daquele grupo social, adquirindo formas e percepções características do grupo, uma base para a pesquisa acerca das escolhas que a compõe foi lançada. O SCOT, neste sentido, mapeia atores, destaca interconexões, aponta estruturas tecnológicas e cognitivas de grupos e entre grupos.

Downloads

Não há dados estatísticos.