Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Artigos

v. 8 n. 3 (2021): Das Margens ao Centro: a Sociologia pela perspectiva de mulheres

O TRABALHO DOCENTE NA PRISÃO EM CONTEXTO DE CRIMES CONTRA OS COSTUMES: AS PEDAGOGIAS DA SEXUALIDADE EM PRISÕES MASCULINAS

Enviado
August 31, 2021
Publicado
2022-04-06

Resumo

Este trabalho reflete sociologicamente sobre como professoras constroem estratégias pedagógicas de educação sexual por professoras nas escolas dentro de prisões masculinas. Pensa-se que as docentes propõem formas de lidar com o corpo feminino e contribuem para que os estudantes possam construir uma nova visão a respeito da sociedade, da sexualidade, da mulher. A base para esta investigação se constrói com Guacira Lopes Louro (1997), Michel Foucault (1999) e Angelina Peralva (2000), observações levantadas a partir da visita a uma penitenciária masculina situada na região metropolitana da capital paulista no ano de 2019, e conversas informais com as docentes e estudantes do local. Infere-se, portanto, que a educação é de fato um mecanismo fundamental de mudança e que a impossibilidade de acesso a ela é propositalmente pensada para que determinados grupos da sociedade não tenham consciência do abismo de desigualdade e violência que vivem.

Downloads

Não há dados estatísticos.