Prefácio

Autores

  • Richard Hunter Universidade de Cambridge

Resumo

Os "Fenômenos" de Arato – poema cujo título signifi ca literalmente “as coisas que aparecem ou que são visíveis” e que é devotado às constelações fixas do céu e aos sinais meteorológicos naturais – são o mais antigo exemplar supérstite de “poesia didática”, isto é, poesia dedicada a um corpo de conhecimento acerca de um assunto particular. Como tal, o poema de Arato foi o principal modelo para partes das "Geórgicas" de Virgílio e, consequentemente, para toda a extremamente rica tradição de poesia didática na Europa Ocidental e, mais tarde, na América Latina. É um poema que logo se tornou muito influente no mundo grego, sendo um compêndio básico de astronomia, e que foi várias vezes traduzido para o latim, inclusive por Cícero. Hoje, apesar de sua extraordinária importância para os estudos de recepção da poesia no mundo moderno, ele é quase exclusivamente lido apenas por classicistas profi ssionais. Assim, é um imenso prazer dar boas vindas a este volume dos Cadernos de Tradução, que contém a primeira tradução dos "Fenômenos" de Arato para o português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-08

Edição

Seção

Prefácio