Alguns elementos da história da educação matemática no Estado de Santa Catarina, Brasil, no século 20: a aritmética nos grupos escolares - Some elements of the history of mathematics education in the State of Santa Catarina, Brazil

David Antonio da Costa, Brasil

Resumo


O modelo dos grupos escolares difundiu-se, gradativamente, pelos demais Estados brasileiros a partir de São Paulo, no início do século 20. Este texto analisa, historicamente, a trajetória da constituição dos saberes elementares, particularmente a Aritmética, no Estado de Santa Catarina e toma como documento de pesquisa os textos escolares normativos. As características presentes nos textos sobre o ensino de Aritmética revelam vestígios da influência paulista nos materiais didáticos e na metodologia de ensino da Aritmética prescritos para usoem Santa Catarina.

Palavras-chave: aritmética, grupo escolar, legislação. 


SOME ELEMENTS OF THE HISTORY OF MATHEMATICS EDUCATION IN THE STATE  OF SANTA CATARINA, BRAZIL, IN THE EARLY TWENTIETH CENTURY: THE ARITHMETIC IN SCHOOL GROUPS

Abstract

The model of school groups spreads gradually for the other Brazilian states fromSao Pauloin the early twentieth century. This text analyzes the historical trajectory of constitution of the elementary knowledge; particularly the Arithmetic in the State ofSanta Catarinaand it takes as a research resource the school legislative texts. The characteristics present in the texts on teaching Arithmetic reveal traces of influence inSão Paulodidactical materials and teaching methodology of prescribed arithmetic for use in Santa Catarina.

Key-words: arithmetic, school group, legislation.


ALGUNOS ELEMENTOS DE LA HISTORIA DE LA EDUCACIÓN MATEMÁTICA eN EL ESTADO DE SANTA CATARINA, BRASIL, EN PRINCIPIOS DEL SIGLO 20:  LA ARITMÉTICA EN LOS GRUPOS ESCOLARES

Resumen

El modelo de los grupos escolares se difunde gradualmente por los demás Estados brasileños a partir de São Paulo en el inicio del siglo 20. Este texto analiza históricamente la trayectoria de la constitución de los saberes elementales, particularmentela Aritmética, en el Estado de Santa Catarina y toma como fuente de investigación los textos escolares normativos. Las características presentes en los textos sobre la enseñanza de Aritmética revelan vestigios de la influencia paulista en los materiales didácticos y en la metodología de enseñanza de la aritmética prescritos para uso en Santa Catarina.

Palabras-clave: aritmética, grupo escolar, legislación.


QUELQUES ÉLÉMENTS DE L’HISTORIE DE L’ENSEIGNEMENT DES MATHÉMATIQUES DANS L’ÉTAT DE SANTA CATARINA, BRÉSIL, AU DÉBUT DU 20e SIÈCLE: L’ ARITHMÉTIQUE DANS LES GROUPES SCOLAIRES

Résumé

Le modèle de groupes scolaires s'étend progressivement à d'autres États de Sao Paulo au début du 20e siècle. Ce texte analyse historiquement la trajectoire de la constitution des savoirs élémentaires notamment l'Arithmétique dans l'État de Santa Catarina et utilise les textes scholaires normatifs comme source de la recherche. Les caractéristiques trouvées dans les textes sur l'enseignement d’Arithmétique révèlent des traces de l'influence à São Paulo du matériel didactique et de la méthodologie de l'enseignement de l'Arithmétique prescrite pour une utilisation à Santa Catarina.

Mots-clé: arithmétique, groupe scolaire, législation.


Texto completo:

PDF PDF.IN

Referências


BRASIL. Lei de 15 de outubro de 1827. Manda crear escolas de primeiras letras em todas as cidades, villas e logares mais populosos do Império. Disponível em: . Acesso em: 10 jun., 2014.

CLARK, Jorge Uilson. A primeira república, as escolas graduadas e o ideário do iluminismo no campo da história da educação. In: LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Dermeval; NASCIMENTO, Maria Isabel Moura (org.). Navegando pela história da educação brasileira. Campinas: Gráfica Faculdade de Educação, 2006, p. 1-7.

CHARTIER, Roger. A história ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

COSTA, David Antonio da. A aritmética escolar no ensino primário brasileiro: 1890-1946. São Paulo: PUCSP, 2010. 278f. Tese (doutorado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

HOELLER, Solange Aparecida de Oliveira. Escolarização da infância catarinense: a normatização do ensino público primário (1910-1935). Curitiba: UFPR, 2009. 210f. Dissertação (mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação. Campinas, n. 1, 2001, p. 9-43.

NÓBREGA, Paulo de. Grupos escolares: modernização do ensino e poder oligárquico. In: DALLABRIDA, Norberto. Mosaico de escolas: modos de educação em Santa Catarina na primeira república. Florianópolis: Cidade Futura, 2003, p. 253-280.

RAZZINI, Marcia de Paula Gregório. A Livraria Francisco Alves e a expansão da escola pública em São Paulo. SEMINÁRIO BRASILEIRO SOBRE O LIVRO E HISTÓRIA EDITORIAL, 1, 2004, Rio de Janeiro. Anais ... Rio de Janeiro: Casa de Rui Barbosa, 2004.

REGIS, Gustavo Lebon. Relatório apresentado ao Exmo. Sr. Cel. Vidal José de Oliveira Ramos. Maio de 1914. Florianópolis.

SANTA CATARINA. Lei n. 765, 17 set., 1907. Florianópolis, 1907. Acervo da Apesc.

SANTA CATARINA. Decreto n. 572, 25 fev., 1911. Florianópolis, 1911a. Acervo da Apesc.

SANTA CATARINA. Regulamento da escola normal catarinense. Decreto n. 593, 30 maio 1911. Florianópolis, 1911b. Acervo da Apesc.

SANTA CATARINA. Programma e horario da escola normal do Estado de Santa Catharina. Decreto n. 586, 22 abr. 1911. Florianópolis: Gab. Typ. D’O dia, 1911c. Disponível em: . Acesso em: 15 dez., 2013.

SANTA CATARINA. Regulamento para instrução pública. Decreto n. 585, 19 abr., 1911.

Gab. Typ. D’. Florianópolis, 1911d. Acervo da Apesc.

SANTA CATARINA. Regimento Interno dos grupos escolares do Estado de Santa Catarina. Decreto n. 795, 2 maio 1914. Joinville: Typografia Boehm, 1914a. Acervo da Apesc.

SANTA CATARINA. Programa dos grupos escolares e das escolas isoladas do Estado de Santa Catarina. Decreto n. 796, 2 maio 1914. Joinville: Typ. Boehm, 1914b. Acervo da Apesc.

SILVA, Vera Lucia Gaspar da. Vitrines da república: os grupos escolares em Santa Catarina (1889-1930). In: VIDAL, Diana Gonçalves (org.). Grupos escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). São Paulo: Mercado de Letras, 2006, p. 341-376.

SILVEIRA, Rosangela Kirst. Orientações da reforma Orestes Guimarães na Escola Normal Catharinense. Florianópolis: UFSC, 2013. 140f. Dissertação (mestrado em Educação Científica e Tecnológica). Universidade Federal de Santa Catarina.

SOUZA, Rosa Fatima de. Templos de civilização: a implantação da escola primária graduada no Estado de São Paulo: 1889-1910. São Paulo: Unesp, 1998a.

SOUZA, Rosa Fatima de. Espaço da educação e da civilização: origens dos grupos escolares no Brasil. In: SOUZA, Rosa Fátima de; VALDEMARIN, Vera Tereza; ALMEIDA, Jane Soares de. O legado educacional do século 19. Araraquara: Unesp, 1998b, p. 11-47.

TANURI, Leonor Maria. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 14, 2000, p. 61-88.

TEIVE, Gladys Mary Ghizoni. O professor paulista Orestes Guimarães e a modernização da instrução pública catarinense (1911-1918). Cadernos de História da Educação. UFU, n. 6, 2007, p. 107-120.

TEIVE, Gladys Mary Ghizoni; DALLABRIDA, Norberto. A escola da república: os grupos escolares e a modernização do ensino primário em Santa Catarina (1911-1918). Campinas: Mercado de Letras, 2011.

VALDEMARIN, Vera Teresa. O método intuitivo: os sentidos como janelas e portas que se abrem para um mundo interpretado. In: SOUZA, Rosa Fátima de; VALDEMARIN, Vera Teresa; ALMEIDA, Jane Soares de. O legado educacional do século 19. Araraquara: Unesp, 1998, p. 63-105.

VALENTE, Wagner Rodrigues. A matemática na formação do professor do ensino primário: São Paulo 1875-1930. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2011.

WERLE, Flávia Obino Corrêa. O nacional e o local: ingerência e permeabilidade na educação brasileira. Bragança Paulista: USF, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



====================================================================

REVISTA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO / HISTORY EDUCATION JOURNAL

QUALIS/CAPES 2016: Educação - A1 / Ensino - A1 / História - A2 / Interdisciplinar - A2 / Direito - A2 / Linguística e Literatura - B1 / Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo - B1

ISSN online: 2236-3459

E-mail: rhe.asphe@gmail.com

Facebook RHE

Twitter RHE 

Google + (Plus) 

Academia RHE

Linkedin RHE


INDEXADORES / INDEXERS

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

Dialnet - Fundación Dialnet

Doaj - Directory of Open Access Journals

Educ@ Scielo FCC - Indexador online de periódicos na área da Educação

EZB - Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Electronic Journals Library)

Google Acadêmico - Google Scholar

Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

LatinRev - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades

OEI - Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciência y la Cultura - Biblioteca Digital

Periódicos Capes - Portal de Periódicos Capes / MEC

PKP - Public Knowledge Project

Qualis Periódicos - Plataforma Sucupira

Redalyc - Sistema de Información Científica Redalyc / Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

Redib - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

Scielo - Scientific Electronic Library Online

Scopus - Abstract and citation database of peer-reviewed literature: scientific journals, books and conference proceedings

SJR - Scimago Journal & Country Ranking

Sumários.org - Sumários de Revistas Brasileiras

 

PATROCINADORES / SPONSORS

Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação - Asphe

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUC/RS

Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Universidade de Caxias do Sul - UCS

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI

Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos

Universidad Complutense de Madrid / España - UCM

 

AGÊNCIAS DE FOMENTO

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes