Tecnologias Digitais na Pandemia

Novas medialidades no agir da e pela pesquisa em Clínicas do Trabalho

Autores

  • Fernanda Spanier Amador UFRGS
  • Juliana Prediger IFRS
  • Daniel Rodrigues Fernandes

Resumo

Este artigo aborda uma das linhas analíticas abertas pelo desenvolvimento de pesquisa junto a docentes na pandemia da Covid-19, a qual demandou estratégias metodológicas distintas das habituais. As medialidades tecnológicas empregadas não consistiram em simples deslocamento de situações presenciais para situações on-line, uma vez que a especificidade da experiência do trabalho docente em investigação, bem como do próprio trabalho de pesquisa clínica do trabalho, modificou-se substancialmente requerendo análises peculiares. Inicialmente posicionamos a emergência do projeto de pesquisa e situamos a questão-problema deste artigo: quais as especificidades do próprio trabalho de pesquisa envolvendo medialidades tecnológicas em tempos de isolamento e distanciamento social? A seguir, apresentamos a estratégia metodológica que envolveu  criação de uma plataforma digital e produção narrativa. Na sequência destacamos questões relativas aos modos de presença intermediados por tecnologias e tratamos de como construímos uma pesquisa e um pesquisar na radicalidade virtual e de distanciamento geográfico entre corpos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2024-02-17

Como Citar

SPANIER AMADOR, F.; PREDIGER, J.; RODRIGUES FERNANDES, D. Tecnologias Digitais na Pandemia : Novas medialidades no agir da e pela pesquisa em Clínicas do Trabalho. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 26, n. 2, 2024. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/132454. Acesso em: 14 abr. 2024.