GESTÃO DE CUSTOS NA AUTARQUIA PÚBLICA: UM ESTUDO DE CASO NA COORDENADORIA REGIONAL DE BAMBUÍ DO INSTITUTO MINEIRO DE AGROPECUÁRIA

Autores

  • Uellington Corrêa Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Érik Campos Dominik Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Bambuí
  • Ricardo Pereira Reis Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Bruna Pontara Vilas Boas Ribeiro Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Bambuí

Palavras-chave:

Gestão de custos. Métodos de custeio. Instituto Mineiro de Agropecuária.

Resumo

Como no setor público não existe tradição em se mensurar os custos e o desconhecimento dos custos é um indicador de ineficiência dos serviços públicos, este estudo tem por objetivo aplicar as técnicas de gestão de custos para realizar a análise econômica e obter um diagnóstico dos custos de cada um dos serviços prestados pela Regional de Bambuí do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), além de aferir se os preços de venda estão condizentes com tais custos. Para tanto, foi apurada a análise econômica pelo método de custeio por absorção e custeio variável ou direto, identificaram-se os pontos de equilíbrio contábil por quantidade e por faturamento dos serviços prestados e foram estimados os preços ideais de tais serviços por meio do método de formação de preços com base nos custos plenos. Este estudo possui abordagem metodológica quantitativa, com análise descritiva e explicativa a partir de uma pesquisa documental e de estudo de caso. Os resultados apontam que a Instituição obteve retorno econômico em apenas dois dos oito serviços prestados, os quais cobriram os déficits dos demais serviços e propiciaram superávit para a Autarquia. Portanto, este estudo contribuiu para gerar informações de natureza gerencial a Coordenadoria Regional de Bambuí e demostrar que as técnicas de gestão de custos são perfeitamente empregáveis as entidades do setor público. Cabe aos gestores da instituição utilizar de forma eficiente e eficaz as informações de custos geradas, de maneira que não afete a operacionalidade da Coordenadoria e que procure cumprir as diretrizes estaduais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Uellington Corrêa, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Mestrando em Administração na Área de Concentração em Gestão de Negócios, Economia e Mercados pela Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Endereço: Rua Sebastião de Oliveira, 187 – 38900-000 – Bambuí-MG.

E-mail: uellington.corrêa@gmail.com

Érik Campos Dominik, Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Bambuí

Mestre em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Professor do Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Bambuí.

Endereço: Rua Turquesa, 79 – 38900-000 – Bambuí-MG.

E-mail: erik.dominik@ifmg.edu.br


Ricardo Pereira Reis, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Endereço: C. Postal 3037 – Campus Universitário – 37200-000 – Lavras-MG.

E-mail: ricpreis@dae.ufla.br

 

 

Bruna Pontara Vilas Boas Ribeiro, Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Bambuí

Graduanda em Zootecnia pelo Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Bambuí.

Endereço: Rua Antero Torres, 537 – 38900-000 – Bambuí-MG.

E-mail: brunapontara07@gmail.com

Downloads

Publicado

2015-04-30

Edição

Seção

Artigos